Bonamigo volta a balançar no Palmeiras

A derrota deste domingo por 2 a 1 para o Paysandu complicou muito a situação do técnico Paulo Bonamigo no Palmeiras. Ele tinha conseguido uma semana de paz depois da vitória sobre o Vasco, mas agora terá de conviver novamente com a sombra de Émerson Leão. A ala que defende a contratação do ex-técnico do São Paulo certamente vai pressionar o presidente Affonso della Monica para fazer a troca.O diretor de futebol Salvador Hugo Palaia, no entanto, garante que o treinador será mantido. A primeria coisa que ele fez ao chegar ao vestiário palmeirense depois do jogo foi garantir a permanência do técnico. Ele garantiu ser imune à pressão feita por alguns conselheiros para que Leão assuma o comando do time.?Aqui não tem pressão nem lista de dispensão. Só conheço panela de pressão e lista telefônica?, disse. ?O Bonamigo continua.? O treinador estava calmo apesar da derrota, que considerou injusta. ?Jogamos bem, mas não tivemos capacidade para fazer 2 a 0 e matar o jogo e pagamos por isso no final. Mas não é uma derrota para abalar o time, porque ficou claro que o time está evoluindo.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.