Yiorgos Karahalis/Reuters
Yiorgos Karahalis/Reuters

Bordeaux supera Olympiacos na Grécia e sai na frente

Zagueiro Ciani marca de cabeça aos 46 minutos do primeiro tempo e deixa time francês perto da vaga

AE, Agencia Estado

23 de fevereiro de 2010 | 19h04

O Bordeaux segue fazendo uma campanha irreparável na Liga dos Campeões. Atual campeão francês, o time saiu na frente nesta terça-feira no confronto de ida das oitavas de final contra o Olympiacos, na Grécia, e venceu por 1 a 0. De quebra, a equipe ainda manteve a invencibilidade na competição - apenas o Chelsea, que encara a Inter de Milão nesta quarta, também ainda não perdeu.

 

Veja também:

tabela LIGA DOS CAMPEÕES - Resultados e calendário

forum BLOG DA LIGA - Tudo sobre os confrontos

 

Para somar a sua sexta vitória seguida na Liga, mantendo a melhor campanha do torneio, o Bordeaux contou com os brasileiros Wendel e Fernando Menegazzo como titulares. No final do jogo, o primeiro ainda saiu para a entrada de Jussiê. Pelo Olympiacos, ex-equipe do técnico Zico, demitido no mês passado, apenas o lateral Leonardo ficou no banco de reservas, enquanto Diogo e Dudu Cearense não atuaram por lesão.

No Estádio Georgios Karaiskakis, em Pireu, o Bordeaux conseguiu o gol da vitória em um momento estratégico. Depois de lutar contra a retranca do Olympiacos durante todo o primeiro tempo, o time francês teve uma falta próxima à área já aos 46 minutos. Gourcuff cobrou na cabeça do zagueiro Ciani, que se antecipou ao goleiro Nikopolidis e inaugurou o marcador.

Na etapa complementar de jogo, o Bordeaux seguiu mais perigoso e segurava o resultado com tranquilidade. No entanto, o clube grego quase chegou ao empate nos acréscimos. Após cobrança de escanteio, o goleiro Carrasso defendeu uma cabeçada à queima-roupa. Na sequência, o Olympiacos chegou a marcar, mas o árbitro anulou o gol alegando falta no arqueiro do time francês.

Com a vantagem de precisar apenas de um empate para avançar às quartas da Liga dos Campeões, o Bordeaux recebe o Olympiacos no próximo dia 17 de março, pelo jogo da volta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.