Borges chora e Hernanes exalta atuação do São Paulo

Artilheiro da equipe no Brasileirão, com 16 gols, atacante foi decisivo na reta final da competição

Agencia Estado

07 de dezembro de 2008 | 20h18

Mais do que alegria pelo título do Brasileirão, o choro de Borges após o apito final no Bezerrão foi resultado da superação do atacante. O jogador do São Paulo teve altos e baixos em 2008 e conseguiu se firmar na equipe titular justamente na reta final do campeonato, quando o time tricolor arrancou para a conquista.Veja também:São Paulo é campeão brasileiro pela 6.ª vez na históriaVitória sobre o Goiás dá o título para o São Paulo Brasileirão 2008 - Classificação Brasileirão 2008 - Resultados"Eu estou muito feliz, meu choro é um desabafo. Eu sabia que Deus estaria ao meu lado. É o melhor ano da minha carreira, agradeço a Deus por ter conseguido esse título", disse Borges, depois da vitória por 1 a 0 sobre o Goiás, em Brasília. Em 2008, o atacante foi o que mais marcou gols pelo São Paulo, além de ser o artilheiro da equipe no Brasileirão, com 16 gols. Se Borges se emocionou com o hexacampeonato do São Paulo, o terceiro consecutivo, o volante Hernanes preferiu exaltar o desempenho do time neste domingo, no Bezerrão. "O Goiás veio aqui para endurecer, mas conseguimos fazer o gol. Buscamos toda hora o gol, não diminuímos o ritmo em nenhum momento pra conseguir a vitória", afirmou o jogador, que é apontado com um dos melhores da competição.Destaque da zaga tricolor, André Dias lembrou o início de temporada complicado para ele. "Eu fico feliz por ter ajudado o São Paulo, ter conseguido esse título importante e me consolidado no clube. Lutei muito nas minhas férias pra voltar em forma e conseguir um lugar entre os titulares", disse. Já Miranda, seu companheiro na defesa, dedicou a conquista aos torcedores. "Não tinha presente melhor para a torcida são-paulina do que este título."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.