Borges diz não ter preferência no ataque do Grêmio

O técnico Silas ainda não tem certeza de qual será a dupla de ataque do Grêmio nos próximos jogos da temporada. Leandro e Jonas disputam uma vaga para jogar ao lado de Borges, que foi titular nas duas primeiras partidas de 2010. E ele garante não ter um parceiro preferido para o setor ofensivo.

AE, Agencia Estado

22 de janeiro de 2010 | 19h41

"A única coisa que eu sei é que me sinto bem jogando", afirmou Borges, que minimizou as dificuldades enfrentadas pelo Grêmio nas duas primeiras rodadas do Campeonato Gaúcho. "Mais importante é vencer porque isso vai dando confiança e, com o tempo, a equipe vai melhorando", completou.

Borges acredita que os atacantes do Grêmio precisam ajudar o sistema defensivo da equipe, que sofreu quatro gols nos dois primeiros jogos do ano. "A gente tem que começar a marcação lá na frente. Se a gente está tomando gols, não é culpa do setor defensivo, mas sim de toda a equipe", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.