Borges quer vitória 'por qualquer placar' contra Resende

O Cruzeiro entra em campo diante do Resende, nesta quarta-feira, em Volta Redonda-RJ, podendo eliminar o confronto de volta da segunda fase da Copa do Brasil se vencer por dois ou mais gols de diferença. Mas de acordo com o atacante Borges, que volta à equipe após cumprir suspensão, o objetivo é conseguir o triunfo, independente do placar.

AE, Agência Estado

30 de abril de 2013 | 16h40

"Espero voltar bem e ajudar minha equipe a fazer gols. Na verdade, é importante vencer, por qualquer placar. Na teoria é muito bonito, mas na prática é diferente. Se a gente conseguir vencer com mais de um gol de diferença, melhor para a gente. Mas o mais importante, independente do placar, é vencer", declarou.

Uma vitória por um gol de diferença daria boa vantagem ao time mineiro para o confronto de volta, que acontece no dia 22, no Mineirão. Para Borges, este já seria um bom resultado para o Cruzeiro, principalmente pelo bom futebol que vem apresentando o Resende recentemente. A equipe carioca chegou às semifinais da Taça Rio, na qual caiu para o Botafogo no último sábado.

"Tivemos a oportunidade de ver o vídeo do jogo contra o Botafogo (derrota por 5 x 0), mas essa mesma equipe foi a que tirou o Caxias (na primeira fase da Copa do Brasil). Ouvimos falar que o campo não é dos melhores, o Resende tem jogadores experientes e temos que respeitá-los, mas vamos em busca de mais uma vitória fora de casa", disse o atacante.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilCruzeiro Borges

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.