Borges vê 'fator positivo' em empate com o Flamengo

O São Paulo passou mais uma rodada do Campeonato Brasileiro sem vencer neste domingo, empatando em casa, por 2 a 2, com o Flamengo. O resultado deixou o time na 14.ª posição, com 11 pontos, a apenas um da zona de rebaixamento. Mas o atacante Borges, autor do primeiro gol são-paulino, acha que a equipe pode tirar proveito do jogo no Morumbi, no qual o São Paulo esteve perdendo por duas vezes e teve que buscar a igualdade.

AE, Agencia Estado

13 de julho de 2009 | 18h49

Para Borges, artilheiro do time no Brasileirão, com quatro gols, a equipe está se adaptando bem ao trabalho de Ricardo Gomes. "Chegou um novo treinador e ele está implantando a filosofia de trabalho dele. Estamos procurando nos adaptar e ontem (domingo) tivemos uma boa resposta, com a mostra de reação que tivemos", disse nesta segunda-feira. "Levaremos como fator positivo para o próximo jogo a vontade de reverter o placar que mostramos contra o Flamengo."

Na partida diante do time carioca, o São Paulo saiu atrás no placar logo no início, após um erro do goleiro Denis. O empate não demorou a sair, com Borges, mas na sequência o Flamengo já marcou outro, em cobrança de pênalti cometido por Renato Silva, que seria expulso ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, a nova igualdade veio em penalidade convertida por Jorge Wagner. Essa reação, segundo Borges, deixou até o torcedor são-paulino satisfeito.

"Ficou nítido que estamos indo no rumo certo depois que acabou o jogo. Eu não escutei vaias da torcida, até porque o torcedor espera do time o que temos feito: um time brigando, independente das dificuldades que tenha", analisou o atacante, que deve ser mantido na equipe titular no próximo confronto do São Paulo pelo Brasileirão. Nesta quinta-feira, o time de Ricardo Gomes irá a Belo Horizonte encarar o líder Atlético Mineiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.