Cesar Greco/ Ag. Palmeiras
Cesar Greco/ Ag. Palmeiras

Borja demonstra adaptação ao Palmeiras e cativa colegas

Colombiano novato se destaca em treinos e se mostra à vontade no clube

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

14 Fevereiro 2017 | 16h53

O novato Miguel Borja não deve enfrentar problemas para se adaptar ao elenco do Palmeiras. O atacante colombiano, contratado na última semana por R$ 33 milhões, já treina com os companheiros na Academia de Futebol e tem demonstrado estar à vontade e tranquilo na nova equipe a ponto de os colegas considerarem que o recém-chegado parece estar há mais tempo no time.

O atacante desembarcou no Brasil no sábado e nesta terça-feira, fez o primeiro treino com bola. Antes de vir para São Paulo, onde foi recebido com festa por uma multidão no aeroporto, o colombiano procurou saber mais detalhes sobre o Palmeiras. Mensagens trocadas com o meia Guerra e o zagueiro Mina, dois amigos de Borja, aumentaram a vontade do reforço de se juntar ao Palmeiras.

"Até parece que o Borja já era do Palmeiras. Ele chegou solto, alegre, brinca com todo mundo", contou o lateral-direito Jean nesta terça-feira. O titular do Palmeiras elogiou o potencial do reforço, por ter demonstrado nos treinos uma grande capacidade de finalização. O atacante de 24 anos ainda não tem data para a apresentação oficial e por enquanto tem trabalhado no clube com a camisa 39.

A amizade de Borja com Guerra e Mina vai ajudar a formar um "núcleo colombiano" no Palmeiras. Apesar de venezuelano, Guerra atuou com o atacante no Atlético Nacional, de Medellín, onde foram campeões da Libertadores de 2016. Já o zagueiro, é colega do artilheiro na seleção colombiana.

Mais conteúdo sobre:
Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.