Stringer/Reuters
Stringer/Reuters

Borja volta em alta e acirra disputa no ataque do Palmeiras

Colombiano fez dois gols na Colômbia e disputa posição com Willian e Deyverson

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

15 Novembro 2017 | 07h00

Após marcar duas vezes na goleada da Colômbia sobre a China por 4 a 0, em amistoso preparatório para a Copa nesta terça-feira, o atacante Borja vai retornar ao Palmeiras em alta para acirrar a disputa por uma vaga no ataque. O colombiano concorre com Deyverson e Willian pela principal posição de referência ofensiva.

+ Após pedido da torcida, Felipe Melo recupera espaço no Palmeiras

+ Palmeirense Borja faz dois e Colômbia goleia China em amistoso

Keno e Dudu parecem intocáveis como titulares de Alberto Valentim como alternativas pelos lados do campo.

Antes de ser convocado pela seleção de seu país, Borja havia recuperado o bom futebol com dois gols no empate com o Cruzeiro por 2 a 2 e atuação razoável na derrota para o Corinthians por 3 a 2. Dificilmente, ele terá condições de atuar nesta quinta-feira, diante do Sport, em função do desgaste da viagem.

Na ausência de Borja, o técnico Alberto Valentim apostou em Erik, que não aproveitou a chance na derrota para o Vitória. Foi mal e acabou substituído. Em seguida, o treinador deu uma oportunidade para Deyverson, que ainda não havia atuado com o interino.

O ex-jogador do Alavés acabou se redimindo das críticas da torcida - seu nome está na "lista de dispensa" da torcida organizada do clube - com dois gols na vitória sobre o Flamengo por 2 a 0.

Paralelamente ao bom desempenho de Borja e Deyverson, Willian, artilheiro do clube no ano com 17 gols, está recuperado de um edema na coxa direita, treina normalmente e deve ser relacionado para o jogo com o Sport.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.