Borota, ex-goleiro do Chelsea e da Iugoslávia, morre

Ex-jogador do Chelsea e da seleção da Iugoslávia, o goleiro Petar Borota morreu, de acordo com o clube da primeira divisão inglesa. Ele tinha 56 anos, vivia na cidade de Gênova, na Itália, e faleceu na sexta-feira após lutar contra uma doença por um longo período.

AE-AP, Agencia Estado

13 Fevereiro 2010 | 11h27

Borota disputou 114 partidas pelo Chelsea, depois de se contratado pelo clube inglês junto ao Partizan Belgrado em 1979. O goleiro foi eleito o melhor jogador time londrino em 1981.

"Petar foi um goleiro inacreditável, muito acrobático. Ele foi uma referência para os goleiros de hoje porque ele era um dos primeiros a sair jogando com a bola", disse Gary Chivers, seu ex-companheiro no Chelsea. "Peter estava frequentemente fora da área tentando cabecear ou chutar a bola, embora nem sempre ele fosse bom em qualquer uma delas".

Mais conteúdo sobre:
futebolPetar Borotamorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.