Wolfang Rattay/Reuters
Wolfang Rattay/Reuters

Borussia Dortmund bate o Bayern e fatura a Supercopa

Borussia venceu os rivais por 4 a 2

AE, Agência Estado

27 de julho de 2013 | 18h01

ALEMANHA - Se no Barcelona o técnico Pep Guardiola ganhou nada menos que 14 de 19 títulos possíveis em quatro temporadas no clube catalão, o começo de sua jornada no Bayern de Munique não está sendo bom. Em sua primeira disputa de título, derrota para o rival Borussia Dortmund na Supercopa da Alemanha. Com mais de 80 mil torcedores ao seu lado, o time de Dortmund foi melhor e ganhou por 4 a 2.

A partida que marca a abertura da temporada no país envolve o campeão do Campeonato Alemão e o vencedor da Copa da Alemanha. Como o Bayern de Munique conquistou o título das duas competições na temporada passada - além da Liga dos Campeões da Europa -, a Supercopa foi decidida contra o segundo colocado do Campeonato Alemão.

E na revanche da final da Liga dos Campeões - em que o Bayern de Munique ganhou por 2 a 1, no estádio de Wembley, em Londres, dois meses atrás -, o Borussia Dortmund mostrou logo de cara que queria um desfecho diferente. Aos seis minutos de jogo, o atacante Marcos Reus abriu o placar aproveitando uma falha do goleiro Starke, que substituiu o titular Neuer.

Até o intervalo, muito equilíbrio entre os rivais. No começo do segundo tempo, os ataques resolveram funcionar. Foram três gols em um intervalo de apenas três minutos. Aos 9, o holandês Robben empatou; aos 11, Van Buyten marcou contra e deixou o Borussia novamente na frente; e, aos 12, a vantagem foi ampliada com o gol de Guendogan.

No entanto, o Bayern de Munique não esmoreceu e atacou atrás de gols para reverter o placar adverso. Aos 19 minutos, Robben marcou mais uma vez e deu novas esperanças ao time visitante. Aproveitando um tempo técnico aos 25, Guardiola tentou posicionar melhor o Bayern para conseguir o empate, mas foi o Borussia Dortmund que se deu melhor. Aos 41, Reus anotou mais um gol e decretou a vitória e o título para os donos da casa.

HOLANDA

No país vizinho, a decisão da Supercopa também foi emocionante e cheia de gols. Em Amsterdã, o Ajax precisou da prorrogação para derrotar de virada o AZ Alkmaar por 3 a 2, após empate por 2 a 2 no tempo normal. Três dos cinco gols da partida foram marcados por jogadores da Islândia. Gudmundsson e Johannsson colocaram o AZ na frente, mas o Ajax virou com os gols de Eriksen, Sigthorsson e Siem de Jong.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.