AP/Martin Meissner
AP/Martin Meissner

Dortmund vence e fica mais tranquilo como vice-líder do Alemão

Grande nome do jogo foi Gündogan, que participou dos três gols

Estadão Conteúdo

23 Janeiro 2016 | 18h13

Na primeira partida após as férias de inverno do Campeonato Alemão, o Borussia Dortmund venceu o Borussia Mönchengladbach por 3 a 1, neste sábado, fora de casa, e abriu oito pontos na vice-liderança do torneio. Gündogan participou dos três gols e foi o grande nome do jogo.

Apesar de estar tranquilo em segundo lugar, com 41 pontos e oito à frente do terceiro colocado Hertha Berlin, o Dortmund ainda está longe de incomodar o líder Bayern de Munique, que soma 49 pontos. O Mönchengladbach, por sua vez, parou nos 29 pontos e agora tem a quarta posição ameaçada por Schalke 04 e Wolfsburg, que jogam no domingo.

No primeiro tempo, as duas equipes levaram perigo ao gol adversário. Aos seis minutos, Christensen quase abriu o placar para os donos da casa ao cabecear firme no travessão. Depois, aos 33, foi a vez de Gündogan chutar no poste.

Somente aos 41 minutos, o Borussia Dortmund conseguiu abrir o placar. Gündogan deu ótimo passe para Reus, nas costas da zaga, chutar cruzado para o fundo do gol e conquistar a vantagem antes do intervalo.

No segundo tempo, logo aos cinco minutos, os visitantes conseguiram ampliar o marcador em um ótimo contra-ataque. Hummels roubou a bola com um carrinho, Gündogan recebeu e passou para Reus. O meia-atacante acionou Mkhitaryan e o armênio teve calma para marcar o segundo.

O Mönchengladbach ainda conseguiu descontar, aos 13 minutos, com Raffael. Após bonita troca de passes na entrada da área, o brasileiro cortou a marcação e chutou no cantinho do goleiro Bürki. No entanto, Gündogan apareceu para acabar com as esperanças dos torcedores. O atacante recebeu cruzamento de Mkyitaryan e, enfim, marcou o seu.

Com a semana livre para treinar antes da 19.ª rodada do Alemão, o Borussia Mönchengladbach volta a campo na próxima sexta-feira, contra o Mainz 05, fora de casa. Já o Dortmund joga no dia seguinte, quando recebe o Ingolstadt.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.