Arquivo/AE
Arquivo/AE

Bosco torce o joelho e São Paulo pode usar terceiro goleiro

Jogador sofreu uma entrada contra o Atlético-PR e não joga o clássico; atacante Borges se recupera bem

Redação,

18 de maio de 2009 | 11h03

O São Paulo lutou muito para buscar o empate nesse domingo, contra o Atlético Paranaense, no Morumbi. Lutou tanto que ganhou duas novas baixas: Bosco terminou a partida com dores no joelho e Borges sofreu uma pancada na cabeça. Segundo o médico do time, Dr. José Sanchez, a lesão do goleiro é a mais grave e o jogador não atua no próximo jogo, contra o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro.

 

Veja também:

especial Visite o canal especial do Brasileirão

especial Jogue o Desafio dos Craques

som Ouça os gols do empate entre São Paulo e Atlético Paranaense

tabela Brasileirão Série A - Classificação e Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão 

 

"O Bosco preocupa por se tratar de um problema no joelho. Ele sofreu uma entorse do joelho esquerdo, que é sempre muito séria. Talvez ele volte contra o Cruzeiro", afirmou o médico.

 

Caso Bosco, que já substitui o capitão Rogério Ceni, não se recupere em tempo, o técnico Muricy Ramalho pode ser obrigado a escalar Denis, de 22 anos, terceiro goleiro do time. O jovem chegou ao clube no início do ano e, na sua única partida, agradou bastante. Na ocasião, ele substitui Rogério Ceni, na vitória sobre a Portuguesa, pelo Campeonato Paulista.

 

Na entrevista coletiva após o jogo, questionado sobre a possibilidade de escalar Denis, Muricy foi enfático. "Ele [Denis] é bom. Quanto a isso não preocupa. Estou mais preocupado com Bosco, porque contusão no joelho é difícil", disse.

 

Sobre Borges, Dr. Sanchez fez questão de tranquilizar os são-paulinos, já que o atacante sofreu uma forte pancada na cabeça. "O Borges não revelou nenhum problema mais grave, mas passou a noite em observação, como é de praxe", revelou.

 

Além de Bosco e Borges, outros sete nomes desfalcam o São Paulo. Rogério Ceni (fraturou o tornozelo), André Dias (problema muscular), Rodrigo (embolia pulmonar), Renato Silva (problema muscular), Aislan (dores na virilha), Jean (problema lombar) e Dagoberto (problema muscular) são os jogadores entregues ao departamento médico. Desses jogadores, Muricy deve contar com o retorno de André Dias e Dagoberto para o clássico contra o Palmeiras.

 

Atualizado às 16h33 para acréscimo de informação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.