Bósnia registra distúrbios após jogo Brasil e Croácia

Várias pessoas ficaram feridas depois de distúrbios registrados na noite desta terça-feira na cidade bósnia de Mostar, logo após o jogo entre Brasil e Croácia. De acordo com a polícia local, vários grupos de torcedores se enfrentaram na Praça da Espanha, no centro da cidade, e as autoridades se viram obrigadas a dispersar a multidão utilizando a força e gás lacrimogêneo. Uma pessoa foi gravemente ferida a bala, e diversas outras sofreram lesões leves.Onze anos depois da guerra civil que fracionou a antiga Iugoslávia, a cidade de Mostar, ao sul da Bósnia, continua dividida entre croatas e muçulmanos, e as tensões entre os dois grupos étnicos são freqüentes. A partida entre Brasil e Croácia reavivou antigas tensões, uma vez que os croata-bósnios apoiavam a vizinha Croácia, ao passo que os muçulmanos torceram pelo Brasil.Os torcedores acompanharam o jogo de vários telões distribuídos por diversos bares e cafés e, ao final de encontro, saíram às ruas e entraram em conflito. Além da Praça da Espanha, a polícia registrou brigas em outras áreas da cidade, em que pedras e garrafas eram arremessadas dos dois lados.Como a seleção da Bósnia não conseguiu se classificar para o Mundial, seus cidadãos de etnia sérvia torcem pela seleção da vizinha Sérvia e Montenegro (agora separadas), ao passo que as pessoas de ascendência croata apóiam a seleção que foi a adversária do Brasil na partida de estréia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.