Bósnia será cabeça de chave nas Eliminatórias da Euro

Mesmo sendo apenas a 12.ª melhor seleção europeia no ranking da Fifa e sem nunca ter disputado uma edição de Eurocopa, a Bósnia-Herzegovina será uma das nova cabeças de chave das Eliminatórias da Eurocopa de 2016, segundo informou a Uefa nesta sexta-feira. Por outro lado, Suíça e Bélgica, que foram cabeças de chave no sorteio da Copa, não terão o mesmo privilégio regionalmente. Por ser país sede, a França não disputará as Eliminatórias.

AE, Agência Estado

24 de janeiro de 2014 | 18h29

Pelo que explicou a Uefa, serão cabeças de chave as seleções de Espanha, Alemanha, Holanda, Itália, Inglaterra, Portugal, Grécia, Rússia e Bósnia. O sorteio será realizado em Nice (França) no dia 23 de fevereiro. Num segundo pote estarão Ucrânia, Croácia, Dinamarca, Suíça, Bélgica, República Checa, Hungria e Irlanda.

As Eliminatórias terão nove grupos, sendo que oito deles terão seis times e um apenas cinco. Espanha, Alemanha, Holanda, Itália e Inglaterra não poderão ficar neste grupo diferente porque têm maior mercado consumir e, por isso, é melhor para a Uefa que realizem 10 jogos ao longo da competição.

Vão se classificar para a Eurocopa de 2016 os primeiros e segundos colocados de cada um dos grupos, além do melhor terceiro lugar. Os demais oito terceiros colocados vão jogar uma repescagem para definir os quatro últimos classificados para a competição, que pela primeira vez terá 24 times.

BRIGAS - Em atrito diplomático desde 2008, quando tiveram uma breve guerra, Rússia e Geórgia chegaram a um acordo e poderão se enfrentar nas Eliminatórias. Presidente da Uefa, Michel Platini comemorou o fim do veto feito pelos dois países. "Fico muito feliz de poder dizer que russos e georgianos poderão ficar no mesmo grupo", disse ele.

Por outro lado, Armênia e Azerbaijão seguem não podendo se enfrentar, uma vez que a Uefa atendeu ao pedido feito pelos dois países, que têm disputa territorial. A Espanha também solicitou não jogar contra Gibraltar, país que foi reconhecido pela Uefa (disputará uma competição oficial pela primeira vez), mas que a Espanha continua entendendo que é um território seu.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolEurocopa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.