Bota aguarda pressão em Fortaleza

O Botafogo tem jogo difícil nesta quarta-feira, às 20h30, diante do Fortaleza, pela segunda fase da Copa do Brasil. A partida está marcada para o Estádio Presidente Vargas, na capital cearense, e a expectativa é de que mais de 30 mil pessoas compareçam ao local. O trunfo do Botafogo é a volta do zagueiro Váldson. Ele estava fora de forma e vinha atuando pela equipe B, que disputa o primeiro turno do Campeonato Carioca. O técnico Abel Braga deu uma bronca no time, por causa da má atuação contra o Bangu, domingo, pelo Rio-São Paulo. Disse que faltou aplicação tática e atenção. Abel disse que o adversário é mais difícil e conta com o apoio de uma torcida apaixonada. "O futebol no Ceará mexe muito com o público, é motivo de orgulho para o povo e vamos ter de saber lidar com essa pressão que virá das arquibancadas." A delegação chegou nesta terça-feira em Fortaleza e foi bastante festejada. Num treino à tarde, no estádio do Ceará, mais de 600 pessoas aplaudiram o time. "Mesmo sabendo da inferioridade em termos de torcida, vamos contar com o apoio de um grupo animado", comentou o meia Carlos Alberto. O lateral Cicinho, contundido, desfalcará o time. Em seu lugar, Abel confirmou Rodrigo Fernandes. No meio, Almir e Carlinhos disputam uma vaga. O treinador ficou de anunciar a escalação minutos antes da partida.

Agencia Estado,

05 Março 2002 | 19h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.