Bota precisa vencer e torcer para o Vasco

O Botafogo é a única equipe grande que não depende das próprias forças para obter a classificação às semifinais do Campeonato Carioca.Amanhã, o Alvinegro vai precisar vencer o Bangu, às 20h30, no Caio Martins, e ainda torcer para que o Vasco derrote o Americano. O problema é que um empate garante os dois times na próxima fase, eliminando o Botafogo. O goleiro Jéfferson, porém, não acredita em um jogo de "compadres". "O Vasco tem grande profissionais, que vão entrar para ganhar. Vamos fazer nossa parte contra o Bangu e ver o que acontece entre eles", disse o jogador. E justamente o fato de depender de outro resultado é o que preocupa o experiente meia Valdo. "A parte mais complicada é essa.Quando você não depende das próprias forças." O curioso é que o Botafogo viveu recentemente uma situação semelhante, porém do outro lado. Na fase final da Série B do Campeonato Brasileiro de 2003, o Alvinegro e o Marília iam se enfrentar e bastava um empate para que ambos conquistassem a vaga no quadrangular final da competição. E foi o que aconteceu. "Infelizmente, esse ano estamos passando por um momento diferente. Cabe ao Vasco vencer e nos ajudar", disse Almir, que continua como titular do ataque já que Alex Alves não se recuperou de contusão. Com isso, o técnico Levir Culpi vai manter a formação que empatou com o Vasco, por 1 a 1, na última rodada. Porém, o meia Carlos Alberto, que vai ficar no banco de reservas, espera conquistar a vaga de titular. "Vou procurar fazer a minha parte. Mas é o treinador quem decide." Outro jogo - A Portuguesa recebe o Olaria, às 16h, no Estádio Luso Brasileiro. Ambas as equipes não tem mais chances de se classificar às semifinais e apenas cumprem tabela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.