Botafogo afasta o meia Élvis

No Botafogo, sob o comando do técnico Paulo César Gusmão, empenho é a palavra-chave para o clube surpreender no Campeonato Brasileiro. E o recado para quem não se enquadrar no esquema é bem explícito: sofrerá punições. Nesta terça-feira, por falta de dedicação nos treinos, o meia Élvis foi afastado do elenco. A ordem partiu do treinador, que não deixa de lado seu jeito disciplinador.Élvis vai treinar em separado, em General Severiano. A tendência é que ele seja devolvido ao Santo André, clube pelo qual ele tem contrato. "Em nenhum momento, faltou respeito e nem disciplina. Foi critério de trabalho. Todos têm que estar empenhados para lutar pela vaga. Quero ver o jogador estimulado", declarou PC Gusmão.

Agencia Estado,

26 de abril de 2005 | 20h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.