Botafogo, agora, sonha com título

Para os jogadores do Botafogo, o poder de superação do grupo, após o recente fiasco nas semifinais da Taça Guanabara, foi o que de melhor ocorreu na goleada na quarta-feira sobre o São Raimundo, de Roraima, por 4 a 1, que eliminou o jogo de volta na Copa do Brasil. Antes abatido por decepcionar seus torcedores num Maracanã lotado, o discurso agora é de lutar pelo título da Taça Rio (segundo turno do Campeonato Carioca) e também da Copa do Brasil.O meia Ramon, por exemplo, teve sua melhor atuação no confronto de Roraima. Marcou dois gols e colaborou com outros dois. Experiente, o jogador não se abateu com o vexame na Taça Guanabara e agradeceu ao técnico Paulo Bonamigo pela liberdade em campo. "O gol dá mais moral. Sempre entro em campo com esse propósito, mas nas outras partidas não estava acontecendo. O Botafogo mostrou poder de superação e, com atenção, vai brigar por títulos", declarou Ramon. "O Bonamigo me deixa livre para encostar no atacantes e finalizar também. Isso facilita".

Agencia Estado,

17 de fevereiro de 2005 | 19h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.