Vítor Silva/ BFR
Vítor Silva/ BFR

Botafogo apenas empata com o Boavista no Engenhão pela estreia do Carioca

Kadu Fernandes e Carlinhos marcam os dois gols do jogo, que pouco agrada os torcedores

Redação, Estadão Conteúdo

25 de janeiro de 2022 | 23h27

A estreia do Botafogo na Taça Guanabara não foi nada animadora. Na noite desta terça-feira, no Engenhão, apenas empatou por 1 a 1 com o Boavista, na abertura do Campeonato Carioca. Os dois gols saíram no primeiro tempo, que até foi movimentado, mas na etapa final o ritmo caiu e decepcionou pouco menos de três mil torcedores.

O primeiro tempo começou movimentado. Mas quando parecia que iria esquentar, aos 16 minutos, muitas luminárias se apagaram na parte superior do setor leste. O jogo ficou paralisado por 11 minutos.

Na volta saíram os gols. O primeiro do Boavista, quando Wellington Silva recebeu do lado direito e cruzou do outro lado para Kadu Fernandes. O zagueiro ajeitou para Di María que, de cabeça, acertou a trave. Na sobra, o próprio Kadu Fernandes chutou no alto, aos 28 minutos.

Mas o Botafogo reagiu rápido. Fabinho desceu pelo lado direito e levantou para Carlinhos, que cabeceou fora do alcance do goleiro aos 32 minutos. O empate deu novo ânimo aos dois times. Mas ninguém mais balançou as redes.

O segundo tempo começou com Daniel Borges entrando na lateral no lugar de Rafael, que saiu machucado. Mas os dois times voltaram em um ritmo mais lento, tocando a bola de lado e sem lances agudos.

Na segunda rodada, o Botafogo enfrentará o Vasco, em São Januário, no sábado, enquanto o Boavista vai pegar o Flamengo, mas somente dia 3 de fevereiro.

FICHA TÉCNICA

BOAVISTA 1 X 1 BOTAFOGO

BOAVISTA - Fernando; Wellington Silva, Diogo Rangel, Kadu Fernandes e Bull; Marquinho (Luiz Felipe), Ralph e Biel; Matheus Alessandro (Wandinho), Marquinhos e Di María. Técnico: Leandrão Miranda.

BOTAFOGO - Gatito Fernández; Rafael (Daniel Borges), Kanu, Joel Carli e Carlinhos; Romildo, Fabinho e Juninho (Rikelmi); Luiz Fernando (Ronald), Matheus Nascimento (Gabriel Conceição) e Diego Gonçalves (Felipe Ferreira). Técnico: Enderson Moreira.

GOLS - Kadu Fernandes, aos 28, e Carlinhos, aos 32 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Paulo Renato Moreira da Silva Coelho.

CARTÕES AMARELOS - Di María (Boavista). Gabriel Conceição e Joel Carli (Botafogo).

RENDA - R$ 92.040,00.

PÚBLICO - 2.724 pagantes (2.887 total).

LOCAL - Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.