Botafogo aposta em trio velocista

O Botafogo optou por escalar um trio de atacantes velozes (Almir, Ricardinho e Caio) para derrotar o Vitória, adversário direto na luta para não ser rebaixado, neste sábado, às 18 horas, no Estádio Mário Helenio, em Juiz de Fora. A não realização do jogo em Caio Martins se deve à punição do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) ao Alvinegro, por causa de incidentes ocorridos no confronto contra o Paraná. Na ocasião, um torcedor atirou um bastão no gramado.A ousadia do técnico Paulo Bonamigo é justificável: somente um triunfo hoje na cidade mineira vai garantir ao Alvinegro não retornar à área de rebaixamento. A suspensão do atacante Schwenck e do zagueiro Scheidt por duas partidas, contra Vitória e Palmeiras, fez com que o treinador escolhesse Almir para atuar ao lado de Ricardinho. Caio, mais uma vez, terá a função de municiá-los e chegar na área adversária para concluir, quase como um terceiro atacante, segundo Bonamigo. Na zaga, Gustavo entra no lugar de Scheidt.Caio, Almir e Ricardinho vão tentar repetir a mesma atuação que tiveram na goleada sobre o Fluminense, por 4 a 1, umas das melhores partidas do Botafogo neste ano. O trio sabe, no entanto, que cada jogo tem uma história diferente, mas confia no potencial do elenco alvinegro para sair de campo com o cobiçado três pontos nesta reta final de Brasileiro."Já provamos que temos qualidade e podemos derrotar qualquer adversário", declarou Caio. O lateral-direito Ruy acha que a torcida mineira vai apoiar o Botafogo durante o confronto. Para ele, o período de treinos em Juiz de Fora (MG) serviu para o técnico Paulo Bonamigo corrigir com tranqüilidade os erros cometidos na derrota para o Internacional, por 3 a 1, na última rodada. Na ocasião, o maior problema da zaga foi conter as jogadas aéreas do rival."O grupo está com o pensamento voltado para o jogo com o Vitória e, com todo respeito ao adversário, o time pode fazer uma das melhores partidas no Campeonato Brasileiro", disse Ruy.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.