Vítor Silva/ Botafogo FR
Vítor Silva/ Botafogo FR

Botafogo assina pré-contrato para se tornar sociedade anônima (SAF) com sócio do Crystal Palace

Acordo dá ao norte-americano John Textor prioridade na compra das ações do clube brasileiro com sede no Rio; ele seria o segundo neste mês entre os grandes do País, atrás do Cruzeiro, comprado por Ronaldo por R$ 400 milhões

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de dezembro de 2021 | 18h55

O Botafogo deu um passo importante nesta sexta-feira para seguir o caminho do Cruzeiro, que vendeu a maior parte do seu departamento de futebol a Ronaldo por R$ 400 milhões. O clube carioca assinou um pré-contrato que dá ao americano John Textor a prioridade na compra da sua Sociedade Anônima do Futebol (SAF).

O anúncio foi oficializado pela direção do clube carioca e comemorado por Pedro Mesquita, sócio da XP Investimentos, empresa do mercado que intermediou o acerto entre Ronaldo e Cruzeiro no dia 18. "Gostaria de parabenizar o Botafogo pela assinatura de acordo com o grupo liderado pelo americano John Textor! Mais um clube que escolheu o caminho da profissionalização! Parabéns a todos os envolvidos!", declarou o agente, em suas redes sociais.

No fim de outubro, o Botafogo contratou a empresa para "atrair investidores, com o objetivo de consolidar o projeto de transformação do time em clube-empresa". "O Botafogo é hoje o produto de investimento do futebol mais interessante no Brasil. E a vinda da XP prova isso. Estamos um passo a frente das demais instituições esportivas, antes era no conceito e agora também com a execução desta gestão", disse Jorge Braga, CEO do Botafogo, à época.

"É com grande satisfação que anunciamos esse marco histórico no Botafogo. Um clube da nossa grandeza terá um parceiro de altíssimo nível para investir e criar as condições que nos possibilitem retomar o protagonismo no futebol brasileiro e mundial. Agora, iniciamos uma segunda etapa do processo, igualmente importante, antes de formalização da nova constituição jurídica. Agradeço a todos que se empenharam, de forma executiva e profissional, para esse momento. O torcedor alvinegro, que por anos esteve ao nosso lado mesmo em períodos de grandes dificuldades, está de parabéns pelo apoio incondicional e por acreditar no profissionalismo da gestão", afirmou o presidente Durcesio Mello.

Quem é John Textor

John Textor, que deve fazer um aporte no Botafogo superior aos R$ 400 milhões previstos por Ronaldo no Cruzeiro, é conhecido no meio do futebol por ser dono de 18% das ações do Crystal Palace, time da primeira divisão do Campeonato Inglês. Ele tentou comprar parte do Benfica, de Portugal e comandado atualmente pelo técnico Jorge Jesus, mas sem sucesso. E já demonstrou interesse no RWD Molenbeek, da segunda divisão da Bélgica.

O empresário americano é programador de origem e costuma fazer negócios ligados às mídias. Ele é dono de uma companhia especializada em efeitos especiais e fundou a fuboTV, especializada em streaming nos EUA. Quando abriu suas ações na Bolsa de Nova York, a empresa foi avaliada em US$ 8 bilhões (cerca de R$ 45 bilhões), em outubro de 2020.

O Botafogo tenta seguir o caminho do Cruzeiro, que se transformou em clube-empresa e direcionou seu departamento de futebol para se tornar uma SAF (Sociedade Anônima do Futebol), com base em legislação recentemente aprovada pelo Congresso Nacional.

NOTA OFICIAL DO BOTAFOGO

Botafogo se posiciona sobre oferta recebida pela Eagle Holding para constituição de uma nova estrutura societária através da SAF. O Botafogo informa o recebimento e a devolutiva de uma oferta não vinculante da Eagle Holding, fundo americano liderado por John Textor e com investimentos em clubes pelo mundo, visando a constituição de uma nova estrutura societária através de uma Sociedade Anônima do Futebol (SAF). Foi aceita a contraproposta apresentada pelo Clube e, como próximos passos, serão realizados os trâmites jurídicos e legais necessários antes da formalização da nova parceria.

O Presidente Durcesio Mello celebrou o atual estágio das negociações, vibrando com o horizonte que o Botafogo terá pela frente. "É com grande satisfação que anunciamos esse marco histórico no Botafogo. Um clube da nossa grandeza terá um parceiro de altíssimo nível para investir e criar as condições que nos possibilitem retomar o protagonismo no futebol brasileiro e mundial. Agora, iniciamos uma segunda etapa do processo, igualmente importante, antes de formalização da nova constituição jurídica. Agradeço a todos que se empenharam, de forma executiva e profissional, para esse momento. O torcedor alvinegro, que por anos esteve ao nosso lado mesmo em períodos de grandes dificuldades, está de parabéns pelo apoio incondicional e por acreditar no profissionalismo da gestão", destacou o Durcesio.

"Foram nove meses de muito trabalho sério e profissional para chegar ao fim de 2021 com o Botafogo na Série A e agora com um investidor na SAF. Estou muito feliz por poder contribuir com o Glorioso. Feliz Natal e saudações alvinegras", pontuou o CEO do Botafogo, Jorge Braga.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.