Marcos Arcoverde/AE
Marcos Arcoverde/AE

Botafogo bate Fluminense e está na final da Taça Rio

Equipe alvinegra espera pelo vencedor de Flamengo e Vasco, no domingo, para conhecer adversário da decisão

SÍLVIO BARSETTI, Agência Estado

10 de abril de 2010 | 21h02

Foi de virada que o Botafogo garantiu presença na final da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca, ao derrotar o Fluminense por 3 a 2, neste sábado, no Maracanã. O time de General Severiano espera agora pelo vencedor do clássico entre Flamengo e Vasco, no domingo, para saber quem será seu adversário. Se o time vencer no próximo domingo, vai conquistar o título do Campeonato Carioca sem a necessidade dos dois jogos finais, pois já ganhou a Taça Guanabara, o primeiro turno do estadual.

O Fluminense dominou o jogo no primeiro tempo e deu a impressão de que se classificaria, apesar do gol de Loco Abreu, logo aos 4 minutos, para o Botafogo. Pouco depois, num lance polêmico, o árbitro marcou pênalti quando a bola bateu no braço de Leandro Guerreiro. Fred, que voltava ao Fluminense após três semanas, pegou a bola com autoridade. Mas a cobrança não foi bem feita e o Tricolor desperdiçou o gol de empate. A bola bateu no travessão.

Fred, porém, se redimiu. Marcou aos 27 minutos, de cabeça, e virou para o Fluminense, aos 32 minutos, num belo giro, aproveitando passe de Alan. Até o fim do primeiro tempo, a equipe poderia ter definido o jogo. Mas o time perdeu várias oportunidades.

O técnico Joel Santana foi feliz ao fazer duas substituições decisivas no intervalo. Levou a campo Edno e Caio. O Botafogo passou a ter outra atitude, mais agressivo e encurralando o Fluminense. Fahel, aos 15 minutos, empatou numa falha da zaga do time das Laranjeiras. E aos 26 minutos, Caio decretou a vitória do Botafogo, em outro lance polêmico. Os jogadores do Fluminense reclamaram de impedimento do ataque botafoguense.

Ficha técnica:

Botafogo 3 x 2 Fluminense

Botafogo - Jefferson; Fahel, Antônio Carlos e Fabio Ferreira; Alessandro, Leandro Guerreiro, Sandro Silva (Caio), Túlio Souza (Edno) e Somália (Marcelo Cordeiro); Herrera e Loco Abreu. Técnico: Joel Santana.

Fluminense - Rafael; Leandro Euzébio, Cássio e Gum; Mariano, Diguinho, Conca, Everton e Julio Cesar (Marquinho); Alan (André Lima) e Fred. Técnico: Cuca.

Gols - Loco Abreu, aos 4 e Fred, aos 27 e aos 32 minutos do primeiro tempo; Fahel, aos 15 e Caio, aos 26 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ).

Cartões amarelos - Leandro Guerreiro, Antonio Carlos, Túlio Souza e Herrera (Botafogo); Leandro Euzébio, Alan e Gum (Fluminense).

Cartão vermelho - Cássio (Fluminense).

Renda - R$ 530.020,00.

Público - 16.029 pagantes.

Local - Estádio do Maracanã, no Rio (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.