Botafogo bate o Americano por 3 a 0 e garante liderança

Jorge Henrique e Wellington Paulista se destacam e time alvinegro segue com campanha 100% no Rio

Bruno Lousada, O Estado de S. Paulo

27 de janeiro de 2008 | 18h26

O Botafogo começou a temporada disposto a apagar a má impressão deixada no ano passado, quando deu vexame na Copa Sul-Americana e no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, com boa atuação, derrotou o Americano, por 3 a 0, no Engenhão, e assumiu a liderança isolada do Grupo B da Taça Guanabara (primeiro turno do Campeonato Carioca), com 9 pontos. O time comandado por Cuca segue invicto no torneio – três vitórias em três rodadas. No fim do ano passado, a torcida do Botafogo perdeu seu ídolo Dodô, que se transferiu para o Fluminense. Mas a ausência do craque, até o momento, não foi sentida. Jorge Henrique e Wellington Paulista estão dando conta do recado. A dupla de ataque se encaixou perfeitamente. Em 2007, Jorge Henrique ganhou fama de garçom. Nesta temporada, aprendeu a finalizar e, ontem, fez mais um gol, o segundo do Botafogo na partida e o terceiro no Campeonato Carioca. Homem de área, Wellington Paulista já mostrou seu faro de artilheiro no Botafogo e vem servindo bem os companheiros. Neste domingo, deu passes para os gols de Túlio, o primeiro da equipe alvinegra, e Jorge Henrique. O Botafogo, como um todo, jogou como música. O terceiro gol foi uma obra coletiva. Lúcio Flávio cobrou falta rasteira, Wellington Paulista acionou Jorge Henrique, que também de primeira cruzou para Zé Carlos marcar de cabeça. A exemplo da torcida alvinegra, o técnico Cuca olha com otimismo o Botafogo versão 2008. Ele acha o grupo maduro e já anunciou que vai acabar com a concentração. OUTROS RESULTADOSTambém pelo Grupo B, a então invicta Cabofriense tropeçou em casa. Perdeu para o Friburguense, por 2 a 0. Os dois times somam seis pontos. Já o Madureira foi derrotado pelo Resende, por 1 a 0, fora de casa. As duas equipes contabilizam três pontos na chave B.

Tudo o que sabemos sobre:
BotafogoEstadual do Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.