Botafogo bate o rebaixado Capivariano e continua na elite paulista

Jogando em casa, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, o Botafogo venceu o Capivariano por 2 a 0, em jogo válido pela 15.ª rodada do Campeonato Paulista e garantiu sua permanência na elite do torneio estadual. Com o resultado, a equipe da casa terminou a primeira fase na 13.ª colocação com 19 pontos. Três pontos a mais que o Água Santa, primeiro time na zona de rebaixamento.

Estadão Conteúdo

10 de abril de 2016 | 18h57

No Grupo A, o Botafogo ficou na quarta colocação, atrás de Santos, São Bento e Linense. Enquanto o Capivariano, que já estava rebaixado com uma rodada de antecedência, terminou na 19.ª posição com apenas dez pontos conquistados em 15 jogos. Além disso, o time de Capivari terminou na lanterna do Grupo C, que teve Audax e São Paulo classificados para as quartas de finais.

Precisando do resultado, o Botafogo dominou todo o primeiro tempo. Por outro lado, o Capivariano cresceu na partida na parte final e só foi chegar com perigo nos minutos finais da primeira etapa, quando Kleiton Domingues aproveitou uma falha da zaga adversária após um cruzamento, mas chutou por cima do gol.

No segundo tempo, o time da casa não desperdiçou as chances que teve e em 25 minutos marcou dois gols. Quem abriu o placar foi Samuel Santos, aos 18 minutos. O atacante pegou a sobra de um escanteio, dominou cortando para a perna direita e bateu no ângulo, sem chances para o goleiro adversário que só ficou olhando.

Minutos depois, aos 24, Daniel Borges cruzou na área e Alemão testou firme entre três zagueiros, fazendo o segundo gol do time de Ribeirão Preto no jogo. Depois disso, o time da casa só teve o trabalho de segurar a vitória que o manteve na elite paulista.

FICHA TÉCNICA

BOTAFGO 2 X 0 CAPIVARIANO

BOTAFOGO - Neneca; Daniel Borges, Caio Ruan, Mirita, Augusto Ramos; César Gaúcho (Carlos Alberto), Diego Pituca (Dudu), Danilo Bueno; Serginho, Alemão (Diogo Campos) e Samuel Santos. Técnico: Márcio Fernandes.

CAPIVARIANO - Gabriel Gasparotto; Fabrício, Bonfim, Bruno Maia, Vicente (Gabriel); Leandro, Rodolfo, Wigor, Kleiton Domingues (Jean); Alex e Alex Barros (Chico). Técnico: Roberto Fernandes.

GOLS - Samuel Santos aos 18 E Alemão aos 22 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - José Cláudio Rocha Filho

CARTÕES AMARELOS - Alex E Rodolfo (Capivariano); Daniel Borges, Carlos Alberto (Botafogo)

RENDA - R$ 93.360,00

PÚBLICO - 8.498 pagantes

LOCAL - Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.