Botafogo bate Ponte Preta, se reabilita e é vice-líder

Time de Campinas é facilmente superado pela equipe de Ribeirão Preto, que faz 1 a 0 em casa

Agência Estado

22 de janeiro de 2014 | 21h54

RIBEIRÃO PRETO - A primeira impressão deixada pela Ponte Preta na segunda rodada do Campeonato Paulista não foi nada boa. Perdido em campo, o time de Campinas foi facilmente superado pelo Botafogo, que venceu por 1 a 0, nesta quarta-feira, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

O resultado coloca o Botafogo na vice-liderança do Grupo B, com três pontos, porque perdeu na estreia, por 1 a 0, para o São Bernardo. Por outro lado, a Ponte Preta amarga a lanterna do Grupo C, sem ponto algum. O time tem um jogo a menos, uma vez que o jogo de estreia contra o Ituano fora adiado para o dia 12 de fevereiro.

O Botafogo construiu a sua vitória com um gol ainda no início do jogo. Após falhas dos zagueiros César e Gabriel, a bola sobrou nos pés do meia Mike, que apenas tocou no canto direito do goleiro Roberto. O gol fez os donos da casa se acomodarem, mas a Ponte Preta não mostrou organização suficiente para assustar o goleiro Gilvan.

Na segunda etapa, os visitantes tentaram reagir, mas as melhores oportunidades continuaram a ser criadas pelo Botafogo. O segundo gol quase aconteceu aos 35 minutos. O meia Camilo cobrou falta com categoria e carimbou o travessão do goleiro Roberto.

Neste sábado, às 19h30, o Botafogo recebe o Paulista, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. Enquanto isso, a Ponte Preta enfrenta o Audax, no mesmo dia e horário, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1 x 0 PONTE PRETA

BOTAFOGO - Gilvan; Daniel Borges, César Gaúcho, Henrique Mattos e Augusto Ramos; Gilmak, Hudson, Wellington Bruno (Camilo) e Mike; Leandro (Giovanni) e Marcelo Macedo (Lima). Técnico: Wagner Lopes.

PONTE PRETA - Roberto; Diego Sacoman, César e Gabriel (Silvinho); Ferrugem, Elizeu, Alef, Tchô (Rossi), Adrianinho (Ademir) e Fernando Bob; Alemão. Técnico: Sidney Moraes.

GOL - Mike, aos 11 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Gilmak, Marcelo Macedo, César Gaúcho e Giovanni (Botafogo); Ferrugem e Elizeu (Ponte Preta).

ÁRBITRO - Adriano de Assis Miranda.

RENDA - R$ 63.142,00.

PÚBLICO - 3.253 pagantes.

LOCAL - Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.