Botafogo bate Portuguesa e se reabilita

Mesmo sem atuar bem, o Botafogo venceu a Portuguesa, por 2 a 1, neste sábado à tarde, pela terceira rodada do Campeonato Carioca, no estádio Luso Brasileiro. O triunfo reabilitou o Alvinegro na competição, já que durante a semana o time havia sido derrotado pelo Americano.A exemplo das duas primeiras partidas, o Botafogo começou o confronto cedendo muitos espaços ao adversário. A Portuguesa aproveitou para criar oportunidades de gol, mas pecou na hora de finalizá-las.Já o Botafogo foi mais eficiente nas conclusões e nas duas vezes em que atacou a Portuguesa fez seus gols. Aos 13 minutos, o lateral-esquerdo Jorginho Paulista cruzou a bola e, de cabeça, o lateral-direito Márcio Gomes inaugurou o marcador. Onze minutos depois, o atacante Hugo aumentou a vantagem, ao receber a bola na entrada da pequena área e, de virada, acertou um belo chute de direita.Na tentativa de melhorar o desempenho da equipe no segundo tempo, o técnico do Botafogo, Levir Culpi, substituiu o volante Carlos Alberto e o meia Anderson, por Túlio e Camacho, respectivamente. As mudanças deram mais equilíbrio ao Alvinegro, apesar de não impedir que a Portuguesa continuasse a ameaçar o goleiro Jéfferson.Camacho foi o responsável pelas melhores oportunidades de gol do Alvinegro, mas desperdiçou todas. Já a Portuguesa deixou de marcar em um belo voleio, de dentro da grande área, do volante Marcelo Cardoso que acertou o travessão do goleiro Jefférson, aos 28 minutos, e em um chute na trave do atacante Nilberto, aos 42 minutos. Mas, aos 47 minutos, o lateral-esquerdo Alan acertou um belo chute de direita, de fora da área, e fez o gol de honra da Lusa.Resultado - No outro jogo de abertura da terceira rodada do Campeonato Carioca, Olaria e Americano empataram sem gols, em partida realizada na Rua Bariri, neste sábado à tarde.

Agencia Estado,

31 de janeiro de 2004 | 17h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.