Botafogo busca reabilitação contra lanterna Atlético-PR

Três jogos sem vencer, dois gols em três partidas e o Botafogo precisa se recuperar no Campeonato Brasileiro. Na teoria, o adversário do jogo deste sábado é sob medida, o lanterna Atlético Paranaense, às 18h30, na Arena da Baixada, em Curitiba. Mas o técnico Caio Júnior tem sérios problemas para armar o time e um novo tropeço começa a esquentar a sua cadeira no clube.

LEONARDO MAIA, Agência Estado

23 de julho de 2011 | 08h26

Na derrota para o Corinthians, na última quarta-feira, o time perdeu dois jogadores. Lucas Zen sofreu estiramento muscular e Herrera recebeu o terceiro cartão amarelo. O treinador botafoguense confessa que não sabe ainda como vai formar a equipe.

A alternativa mais óbvia para a vaga de Zen na lateral esquerda é Márcio Azevedo, mas Caio Júnior não confia no desempenho do jogador como lateral. Gosta mais dele como ala, e pode utilizá-lo como meia. "Essa é a dúvida para o jogo. O Azevedo vai jogar, mas não sei ainda como. Preciso definir isso porque a característica dele é mais de ala do que de lateral. Vou estudar o Atlético Paranaense", comentou.

Mais grave é a situação do ataque, ainda carente de Loco Abreu, na disputa da Copa América. Herrera se esforçava na função de homem gol. Agora, será necessário encontrar uma segunda alternativa. Alexandre Oliveira seria o homem mais indicado, mas carece de ritmo de jogo. Alex tem chance. "O Alexandre foi bem na estreia contra o Corinthians. Mostrou que tem presença de área. Mas não sei se vai jogar desde o início", ponderou Caio Júnior.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.