Vitor Silva / SS Press / Botafogo
Vitor Silva / SS Press / Botafogo

Botafogo busca reabilitação na Taça Rio contra o Bangu

Equipe alvinegra deve repetir escalação do clássico contra o Flamengo

Estadão Conteúdo

06 Março 2018 | 07h50

Derrotado por 1 a 0 pelo Flamengo, em clássico polêmico no último sábado, o Botafogo volta a campo já nesta terça-feira para se reabilitar na Taça Rio. O time tem compromisso às 21h30, no Engenhão, onde enfrenta o Bangu, que ainda não venceu no segundo turno do Campeonato Carioca, em jogo válido pela quarta rodada.

+ Ferj afasta juiz e auxiliar por 'erros graves' em Flamengo x Botafogo

Em três rodadas, a equipe comandada pelo técnico Alberto Valentim somou seis pontos e ocupa a quarta colocação do Grupo C. O Bangu também é o quarto colocado, mas do Grupo B, com uma campanha mais modesta. Até agora, somou apenas dois pontos.

O último treino do Botafogo antes do duelo desta terça teve novidades. Apresentados como reforços nesta segunda-feira, o volante Marcelo e o zagueiro Yago treinaram com o restante do elenco e estão aptos a estrear. Emprestados por Maccabi Tel Aviv, de Israel, e Corinthians, respectivamente, ambos foram registrados na CBF e devem estar no banco de reservas.

Em relação ao time que vai a campo, Alberto Valentim não tem desfalques, fora Renatinho e Matheus Fernandes, que já estavam entregues ao departamento médico. A escalação deve ser a mesma que foi utilizada no clássico. "Vejo o Botafogo repetindo coisas que faz nos treinos. Estou gostando muito", justificou o treinador.

O Bangu, por sua vez, vem de um empate por 1 a 1 com a Portuguesa e ainda busca a primeira vitória na Taça Rio. Depois de ser semifinalista da Taça Guanabara, ainda não conseguiu repetir as boas atuações, mas não desanimou na briga por uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro, seu principal objetivo no Estadual. "Nós temos noção dessa distância na classificação. A gente sabe, temos a consciência disso, mas nada que faça a gente desistir de brigar", garantiu o zagueiro Oliveira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.