Fernando Soutello/Divulgação - 2/9/2011
Fernando Soutello/Divulgação - 2/9/2011

Botafogo busca triunfo para tentar assumir a liderança do Brasileirão

Equipe carioca tem incentivo extra diante do Ceará, às 16 horas, no Engenhão

AE, Agência Estado

07 de setembro de 2011 | 07h52

RIO - Quando entrar no gramado do Engenhão, nesta quarta-feira, às 16 horas, para enfrentar o Ceará, pela 22.ª rodada, o Botafogo vai ter um incentivo extra para obter a vitória. Mais do que manter a boa fase, o time entra em campo ciente de que três pontos e um mísero gol a mais de saldo o separam da liderança do Campeonato Brasileiro.

O triunfo por diferença mínima coloca o time alvinegro no topo, a depender de um tropeço do São Paulo contra o Atlético Mineiro, no jogo 1.000 de Rogério Ceni no clube paulista, a ser disputado no mesmo horário. Depois é jogar a pressão sobre o Corinthians e Vasco, que jogam somente na quinta.

"Estamos sempre motivados em chegar ao primeiro lugar. Mas não adianta pensar nos adversários. Temos que pensar sempre em nós mesmos. O importante é garantir os três pontos", pregou Gustavo, que permanece na zaga com a contusão de Antônio Carlos.

Para vencer, o defensor prega a tomada da iniciativa desde os minutos iniciais. Cansaço não pode servir de desculpa, uma vez que a equipe não jogou no fim de semana (a partida contra o Santos foi adiada) e a ordem é explorar o desgaste maior do Ceará. "Teoricamente estaremos mais descansados. Temos que impor nosso ritmo do início ao fim para aproveitar isso", pediu Gustavo.

Além de Antônio Carlos, Cortês, convocado por Mano Menezes para a seleção brasileira, não joga para cumprir suspensão - Márcio Azevedo entra em seu lugar. Fábio Ferreira perdeu a irmã e não se sabe se estará em condições de atuar. Nesse caso, o volante Lucas Zen pode atuar na zaga.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.