Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Botafogo confia na permanência de Bruno Mendes

Imbróglio envolvendo a CBF rescindiu o contrato do alvi-negro com o atacante

AE, Agência Estado

20 de novembro de 2012 | 18h46

RIO - O presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, está confiante de que o impasse quanto à situação contratual do atacante Bruno Mendes vai se resolver rapidamente, e seu compromisso por empréstimo com o clube carioca até o fim da próxima temporada será cumprido.

Mendes foi vendido pelo Guarani para o Macaé, que assinou com o jogador até 2015. O clube do Norte Fluminense repassou o atacante ao Botafogo por empréstimo. Mas uma ação judicial do ex-zagueiro Andrei com a penhora dos direitos econômicos de Mendes levou à suspensão de seus contratos atuais.

"Temos um contrato com o Macaé, estamos em uma posição tranquila. Os empresários nos dão uma tranquilidade que não nos deixa dúvida sobre o futuro do atleta. Temos certeza de que ele vai cumprir o contrato até o fim de 2013 com o Botafogo", disse Assumpção, à TV Globo.

O Guarani, cujo vínculo com o atacante foi reativado, pretende emprestá-lo ao Botafogo. Quem confirmou o "plano" foi o gerente de futebol do Guarani, Roberto Constantino. Ele afirmou que o departamento jurídico está trabalhando para resolver esse problema e não prejudicar o Botafogo, Macaé e também o grupo de investidores que adquiriu seus direitos federativos.

Devido à atual situação do time no Campeonato Brasileiro da Série B o Guarani pode ser rebaixado no sábado, quando recebe o São Caetano, pela última rodada -, a diretoria bugrina pretende marcar uma reunião com todas as partes envolvidas para a próxima semana.

Enquanto isso, Mendes deve continuar a treinar no Botafogo, sem o uniforme do clube, que tentará reverter a questão a tempo de a promessa participar do jogo de domingo com o Atlético-MG, no Engenhão.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.