Divulgação
Divulgação

Botafogo confia na permanência do lateral-esquerdo Cortês no clube

Boa fase do jogador já desperta o interesse de equipes do futebol da Europa

AE, Agência Estado

30 de setembro de 2011 | 19h32

RIO - A alegria no Botafogo é imensa pelo sucesso relâmpago de Cortês. Saído do Nova Iguaçu no início do ano para a lateral-esquerda da seleção brasileira em poucos meses. Mas a ascensão do simpático jogador exige rápida movimentação da diretoria alvinegra.

Clubes como Napoli e Lyon já demonstram interesse em sua contração e o Botafogo precisa agir para evitar que Cortês deixe o clube no fim do ano, quando se encerra seu contrato por empréstimo. Ele está sob contrato do time da Baixada Fluminense e o clube alvinegro tem preferência na compra de 50% de seus direitos econômicos.

"Vamos cumprir o que combinamos com o Botafogo, já falamos com o (presidente) Mauricio (Assumpção), com o Anderson (Barros, gerente de futebol) e com o André (Silva, vice de futebol), que foram muito corretos", disse Jânio Moraes, presidente do Nova Iguaçu, em entrevista à Rádio Brasil.

O clube de General Severiano tenta assinar um contrato de cinco anos com o lateral, no qual lhe premiaria com um salário de R$ 150 mil e uma multa de R$ 15 milhões. Apesar da valorização com a convocação e a boa atuação contra a Argentina, o valor preestabelecido para a compra de metade de seus direitos não vai ser reajustado.

Depois de desfalcar o time no empate em 1 a 1 com o Santa Fé, pela Copa Sul-Americana, Cortês volta ao time para enfrentar o Atlético-GO, domingo, em Goiânia. O técnico Caio Júnior tem todos os titulares à disposição para a partida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.