Divulgação
Divulgação

Botafogo confirma acordo com o Vitória e anuncia o atacante Kieza

Jogador chega para suprir carência na posição desde a saída do atacante Roger

Estadão Conteúdo

26 Janeiro 2018 | 19h02

Depois de muita indefinição, o Botafogo finalmente anunciou nesta sexta-feira seu centroavante para esta temporada. O clube carioca confirmou que chegou a um acordo com o Vitória para a contratação de Kieza, de 31 anos, que desembarcará no Rio nos próximos dias para assinar o contrato.

Veja a tabela do Campeonato Carioca

+Botafogo bate Macaé, vence a primeira e entra na briga pela liderança do Grupo C

"Acertamos tudo com o Kieza e já tivemos um 'OK' do Vitória. O atleta chegará no fim de semana e fará exames na próxima segunda-feira. Foi um pedido específico da comissão técnica, pelo encaixe do seu estilo de jogo com o esquema que está sendo implantado pelo Felipe", explicou o vice-presidente de futebol do Botafogo, Gustavo Noronha.

Kieza chega para solucionar uma dor de cabeça do técnico Felipe Conceição. Desde o afastamento de Roger por causa de um câncer no ano passado - posteriormente, o atacante deixaria o clube -, o Botafogo não tinha um homem de confiança para assumir a camisa 9.

Brenner se tornou a única opção para atuar como centroavante e vinha sendo titular desde o ano passado, mas nunca conquistou a confiança da torcida. Mesmo assim, Noronha fez questão de elogiar o jogador. "Com ele (Kieza) e com o Brenner, teremos excelentes opções na posição e em variações táticas."

Kieza estava no Vitória desde 2016 e ainda tinha mais um ano de vínculo com o clube baiano. Os detalhes da negociação e do contrato não foram divulgados, mas a tendência é que o atacante assine por dois anos para se tornar o quarto reforço botafoguense para 2018. Antes dele, chegaram os meias Luiz Fernando e Renatinho e o atacante Leandro Carvalho. A vinda de Rony ainda é incerta.

Kieza tem passagens por grandes clubes do Brasil, como Fluminense, Cruzeiro e São Paulo, mas não se firmou em nenhum destes. Seus melhores momentos foram no Nordeste, com as camisas de Náutico, Bahia e Vitória.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.