Botafogo cria fundo para comprar jovens jogadores

O Botafogo deu um passo importante, nesta terça-feira, para conseguir reforçar o elenco no futuro. O clube oficializou a criação de um fundo de investimentos para contratar jovens jogadores, entre 18 e 23 anos, que serão utilizados no time alvinegro. A Companhia de Participações Esportivas (CPE) nasce com um aporte inicial de R$ 5 milhões.

AE, Agencia Estado

16 de junho de 2009 | 19h25

São sete cotistas no momento, mas quem quiser participar precisa entrar com pelo menos R$ 150 mil. O vice-presidente de futebol do Botafogo, André Silva, e o gerente Anderson Barros integrarão o conselho de administração e terão o poder de vetar a contratação de qualquer nome.

Silva, inclusive, já está em ação, trabalhando para reforçar o elenco. O vice-presidente alvinegro se reuniu na terça-feira com dirigentes do Corinthians para tratar da contratação do atacante Otacílio Neto. Outro nome em pauta é o de Bill, atacante do Bragantino, vice-artilheiro da Série B com sete gols.

"O Otacílio Neto pode nos ajudar sem sombra de dúvida. E Bill é um jogador de área, que sabe se colocar bem em campo", avaliou o técnico Ney Franco, que, para o confronto com o Vitória, em Salvador, vai manter o time que derrotou o Santos, por 2 a 0, na última rodada. A única alteração será o retorno de Juninho à zaga.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogofundo de investimentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.