Vitor Silva / Botafogo FR
Vitor Silva / Botafogo FR

Botafogo demite Enderson Moreira e vai atrás do português Luís Castro

Time alvinegro é o quinto clube da Série A a trocar o comando técnico neste início de temporada

Redação, Estadão Conteúdo

11 de fevereiro de 2022 | 16h24

A derrota para o Fluminense, por 2 a 1, em duelo válido pela quinta rodada do Campeonato Carioca, na quinta-feira, causou a saída de Enderson Moreira do comando do Botafogo. O clube carioca está em negociação para trazer o português Luís Castro.

Em nota, o clube justificou a saída de Enderson como parte do planejamento de mudanças promovidas por John Textor, investidor norte-americano que será dono de 90% da SAF alvinegra.

"Em momento de transição para um novo modelo de gestão, mudanças são naturais e necessárias ao novo projeto. Com isso, o Botafogo comunica que Enderson Moreira não é mais o treinador da equipe de futebol. Junto ao profissional, também encerram o ciclo no clube os auxiliares Luis Fernando Flores e Ailton Serafim, além do preparador físico Edy Carlos Soares", informou a nota.

No Botafogo desde julho de 2021, Enderson Moreira sagrou-se campeão da Série B, com aproveitamento de 73%. No total, o técnico comandou o time em 31 jogos, com 20 vitórias, 7 empates e 4 apenas derrotas.

No Campeonato Carioca, o Botafogo é o terceiro colocado, com dez pontos, ao lado do Flamengo, mas atrás de Vasco (13) e Fluminense (12).

Luís Castro, de 60 anos, está no Al Duhail, do Catar, e tem multa rescisória de cerca de um milhão de euros (R$ 5,9 milhões). Ele tem passagens pelo Shakhtar Donetsk e do Porto, onde fez carreira principalmente nas categorias de base.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.