Botafogo demite Lori Sandri e acerta com Benazzi

Depois de uma longa reunião na tarde desta sexta-feira, o técnico Lori Sandri chegou a um acordo com a diretoria do Botafogo e deixou o cargo. A decisão foi tomada após a goleada sofrida para o Santos, por 4 a 1, na noite de quinta, em Ribeirão Preto, que representou a quarta derrota seguida da equipe no Campeonato Paulista. E o novo treinador já foi contratado: Vágner Benazzi.

AE, Agência Estado

10 de fevereiro de 2012 | 19h01

A saída de Lori Sandri já era especulada desde o fim de semana, quando o Botafogo perdeu para o Mirassol por 3 a 0. Apesar dos rumores, ele seguiu no comando do clube até o duelo contra o Santos, mas o novo revés, desta vez em casa, acabou decretando a sua saída.

O escolhido para substituir Lori Sandri foi Vágner Benazzi, que estava sem clube desde que comandou o Vitória no ano passado e chega ao Botafogo junto com o auxiliar Darci Marques e o fisicultor Miguel Amaral.

Depois de seis rodadas, o Botafogo obteve apenas uma vitória e perdeu outros cinco jogos. Assim, o time ocupa a 18ª colocação, com três pontos. E volta a jogar no domingo, quando vai enfrentar a Portuguesa, no Canindé, em São Paulo.

Benazzi já avisou que não estará no banco de reservas neste jogo contra a Portuguesa. "Não há lógica em assumir o time sem dar um treinamento. Mas já vinha observando os jogos e, a partir de segunda-feira, vamos tentar reverter esta situação difícil que o time se encontra", explicou o técnico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.