Vitor Silva/SSPress
Vitor Silva/SSPress

Botafogo derrota o Boavista na estreia do Campeonato Carioca

Equipe consegue a vitória pelo placar mínimo em partida disputada em São Januário; gol salvador veio no final do segundo tempo

MARCIO DOLZAN, O Estado de S. Paulo

31 de janeiro de 2015 | 19h25

O Botafogo teve dificuldades em sua estreia no Campeonato Carioca, mas a insistência ofensiva do time no segundo tempo acabou recompensada. Com gol de Roger Carvalho, a equipe do técnico René Simões derrotou o Boavista por 1 a 0, em partida realizada no estádio de São Januário, no Rio, neste sábado.

Com um time renovado e em início de temporada, o Botafogo sentiu a falta de entrosamento, mas conseguiu se impor diante do Boavista na primeira etapa graças ao esforço dos jogadores e à tentativa de trocar passes curtos. Faltou, porém, criatividade.

Willian Arão e Gegê, caindo mais pelo lado direito, foram os que mais tentaram trabalhar a bola no meio campo, mas a aproximação com Rodrigo Pimpão e Bill esbarrava na bem postada defesa do Boavista. Assim, as jogadas mais fortes do ataque do Botafogo acabavam vindo mesmo em avanços pela linha de fundo, mas Gilberto abusou dos erros de cruzamento. Resultado: à exceção de um chute por cima de Diego Jardel aos 43 minutos, nenhuma equipe teve uma chance clara de gol no primeiro tempo.

Já que os atacantes não conseguiram chamar a atenção, coube ao goleiro Jefferson levantar a torcida na primeira etapa. Aos 42 minutos, o jogador do Botafogo recebeu recuo de bola e a colocou entre as pernas do atacante Anselmo, para depois afastar e levantar a torcida.

No segundo tempo, o jogo voltou elétrico. Aos 5 minutos, o Botafogo teve duas grandes chances de abrir o marcador, mas Gilberto e Bill, em sequência, mandaram a bola na trave. Aos 21, Jobson entrou na vaga de Rodrigo Pimpão e o time alvinegro passou a pressionar, subindo em bloco e em velocidade para o ataque. O próprio Jobson teve duas boas chances, mas chutou à esquerda aos 27 e em cima da marcação quatro minutos mais tarde.

O gol da vitória acabou vindo de um zagueiro. Aos 36 minutos, Carleto cobrou escanteio pela direita levantando na primeira trave, onde Roger Carvalho se antecipou ao goleiro Dida e cabeceou no lado oposto.

Nos instantes finais, o Boavista tentou exercer uma pressão sobre o Botafogo, que se encolheu na defesa e passou a explorar eventuais contragolpes. No último minuto, veio o susto: Anselmo chutou forte de fora da área e a bola passou rente ao poste esquerdo.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1 x 0 BOAVISTA

BOTAFOGO - Jefferson; Gilberto, Roger Carvalho, Renan Fonseca e Carleto; Marcelo Mattos, Willian Arão, Gegê (Fernandes) e Diego Jardel (Sassá); Rodrigo Pimpão (Jobson) e Bill. Técnico: René Simões.

BOAVISTA - Dida; Yago, Edmario, Bruno Costa e Jeferson Silva (Cláudio Pagodinho); Fabio Azevedo, Faísca, Francismar (Jeferson) e Erick Flores; Edu (Thiaguinho) e Anselmo. Técnico: Antônio Carlos Roy.

GOL - Roger Carvalho, aos 36 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Carleto (Botafogo); Faísca e Thiaguinho (Boavista).

ÁRBITRO - Philip Georg Bennett.

RENDA - R$ 74.275,00.

PÚBLICO - 4.512 pagantes (5.955 presentes).

LOCAL - Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.