Divulgação
Divulgação

Botafogo deve ficar sem volante Renato no domingo, contra o Bahia

Jogador se lesionou contra o Cruzeiro e pode ser desfalque na próxima partida do time

AE, Agência Estado

19 de setembro de 2013 | 18h45

RIO - As horas depois da derrota por 3 a 0 para o Cruzeiro, resultado que deixou o clube mineiro com sete pontos de vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro, foram passadas dentro de um ônibus pelos jogadores do Botafogo, com exceção de apenas um deles. O meia holandês Seedorf, que perdeu pênalti quando o jogo de quarta-feira ainda estava em 1 a 0, preferiu aguardar em Belo Horizonte e pegar um voo na tarde desta quinta.

Com a quinta-feira de folga, os demais atletas do elenco botafoguense acharam melhor voltar de ônibus para o Rio (foram oito horas de viagem) e chegar logo cedo (por volta de 9 horas), já que o clube não tinha conseguido passagens de avião para a manhã. No Engenhão, local de chegada da delegação, o zagueiro André Bahia avisou que nada está perdido na disputa pelo título do Brasileirão. "Faltam 16 jogos pela frente. O resultado foi atípico, não condiz com o que foi o jogo", disse o jogador, após os 3 a 0 no Mineirão.

Ele também citou a sequência do time. "Temos quatro jogos seguidos em casa e condições de reduzir essa diferença (para o líder Cruzeiro)", afirmou André Bahia, que acabou citando o clássico contra o Flamengo, pela Copa do Brasil, como um dos jogos em casa. Pelo Brasileirão, o Botafogo vai receber Bahia e Ponte Preta no Maracanã, além de depois disputar o clássico com o Fluminense no estádio.

Depois da folga desta quinta-feira, os jogadores vão se reapresentar na tarde desta sexta no Engenhão, quando o técnico Oswaldo de Oliveira vai saber se poderá contar nas próximas rodadas com o volante Renato, que deixou o campo lesionado no jogo contra o Cruzeiro, depois de sentir uma fisgada na coxa direita, local da contusão que o deixou fora do time por três meses nesta temporada.

No jogo de domingo contra o Bahia, entretanto, Renato não deve ser escalado. O provável substituto, Gabriel, treinou nesta quinta-feira no Engenhão com os atletas que não viajaram para Belo Horizonte. Ela vinha sendo o titular na posição até se lesionar na vitória sobre o Coritiba, no dia 5 de setembro, e parece estar pronto para voltar.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.