Botafogo dificulta saída de Donizete

A definição em relação à vinda do atacante Donizete do Botafogo para o Palmeiras ficou para esta sexta-feita. O impasse surgiu porque a direção do clube carioca quer uma compensação após a divulgação, por parte do jogador, de que estaria acertando sua transferência para São Paulo, na qual assinaria um contrato com duração de dois anos. Os dirigentes botafoguenses estão impondo uma série de exigências para que se concretize a transação, e querem alguns jogadores do Palmeiras para a disputa do Campeonato Brasileiro. O atacante Basílio e o volante Claudecir são nomes cotados para ir para Caio Martins. "É por este motivo que não gostamos de anunciar nossas negociações. O sigilo é fundamental", argumentou o diretor de futebol do Palmeiras, Sebastião Lapola. Os jogadores continuam treinando na cidade paulista de Serra Negra. Hoje, o atacante Tuta trabalhou entre os titulares, e já prevê um segundo semestre mais feliz do que o primeiro. "É claro que penso em jogar como titular, mas a minha situação será definida pelo treinador Celso Roth. O importante é contar com a aprovação da torcida". O Palmeiras continua atrás de um lateral-esquerdo para ocupar o lugar de Felipe, devolvido ao Vasco. As negociações para sua reposição prosseguem, e os nomes de Roger, do Grêmio e que está defendendo a seleção brasileira na Copa América, Athirson, da Juventus de Turim, e Leandro, do Vitória da Bahia, são muito comentados. A equipe ficará em Serra Negra até sábado pela manhã. À tarde, viaja a Jundiaí, onde estréia a nova camisa com patrocínio da Pirelli em um amistoso contra o Etti.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.