Botafogo: Donizete critica diretoria

Considerado o líder da equipe, o atacante Donizete criticou a diretoria do Botafogo, que dispensou oito jogadores, ontem como conseqüência da goleada sofrida por 7 a 0 para o Vasco. Ele destacou que os atletas mandados embora não podem ser responsabilizados pelas péssimas campanhas do time, que foi desclassificado da Copa do Brasil e do Campeonato Carioca."Mandar os companheiros embora por quê, se não é culpa deles? Essa crise do Botafogo já vem há algum tempo, como a própria imprensa noticia", ressaltou. Para o atacante, os dirigentes poderiam, pelo menos, ter esperado o fim do Carioca."Foi um pouco precipitado no momento. Ainda restam dois jogos, embora não valham nada." Por fim, o atacante reconheceu que a dispensa dos colegas de equipe tira o ânimo dos jogadores que ficaram. "Desmotiva um pouco para voltar", explicou o atacante, que se recupera de contusão.Hoje dirigentes do Botafogo confirmaram que o zagueiro Váldson foi dispensado por causa das declarações ofensivas ao presidente do clube, Mauro Ney Palmeiro. O volante Marcelinho Paulista, por sua vez, saiu porque a diretoria considerava o seu salário muito alto. Os outros seis atletas - Walmir, Tony, Gustavo, Fábio Augusto, Alexandre Gaúcho e Dimba - não vinham agradando à diretoria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.