Botafogo e Criciúma empatam por 1 a 1

Botafogo e Criciúma empataram por 1 a 1, neste sábado, em Caio Martins, Niterói, num resultado ruim para ambos no Campeonato Brasileiro. A equipe visitante mantém-se na faixa intermediária da competição. Enquanto o time carioca permanece sob séria ameaça de ser rebaixado. O jogo foi bastante movimentado, com várias chances de gol para os dois lados. No final, incorfomados com a situação do Botafogo no ano do centenário do clube, alguns torcedores fizeram manifestação no estádio, pedindo reforços e vaiando os atletas. Mas o resultado poderia ter sido pior para o Botafogo. Logo com dois minutos de partida, o Criciúma desperdiçou duas oportunidades. E, aos 5, o time catarinense abriu o placar numa cobrança de falta de Fernandinho. Ele chutou de longe, forte e rasteiro, e contou com a colaboração dos adversários, que não souberam organizar a barreira.O Botafogo empatou aos 20 minutos, também numa finalização de fora da área de Schwenck, o melhor do jogo. Ele era o único a criar situações de perigo pelo lado do time carioca. Tanto que, ainda no primeiro tempo, quase marcou novamente, de cabeça.O Criciúma voltou melhor depois do intervalo. Tocava a bola com rapidez, errava pouco e era veloz também nos contra-ataques, aproveitando-se das falhas de marcação do Botafogo. Por duas vezes, Max foi acionado e fez boas defesas. Mas Schwenck continuava inspirado.Numa jogada em que conseguiu se livrar da zaga catarinense, esbarrou na saída precisa do goleiro Fabiano.O atacante Schwenck ainda teve participação direta em outros três lances. Em dois deles, Fabiano evitou o desempate de novo. Já nos acréscimos, Almir perdeu gol incrível, da pequena área. A torcida do Botafogo, em coro, não perdoou o jogador. "Ei, Almir, pede pra sair!", gritavam os alvinegros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.