Botafogo é líder do Grupo A com vitória sobre o Fluminense

O Botafogo assumiu a liderança isolada do Grupo A da Taça Rio, ao vencer o Fluminense por 1 a 0, neste domingo à noite, no Maracanã. O time soma agora seis pontos em dois jogos, com oito gols pró e nenhum contra. Diguinho foi o autor do gol do jogo, num chute bonito de fora da área. Outro destaque da partida, o goleiro do Botafogo, Júlio César, fez pelo menos três grandes defesas e garantiu o resultado. Já o Fluminense fica em posição intermediária no Grupo B, com 3 pontos, ao lado de América e Friburguense. A tarefa do Botafogo foi dificultada e quase comprometida pelo árbitro William de Souza Nery. Muito confuso e nervoso, ele assinalou um pênalti inexistente a favor do Fluminense quando o placar era ainda de 0 a 0. Encarregado da cobrança, Carlos Alberto tentou em vão deslocar Júlio César. O goleiro se esticou todo e espalmou a bola. O jogo ganhou em movimentação no segundo tempo, quando os dois times criaram muitas oportunidades. O goleiro do Fluminense, Fernando Henrique, também teve muito trabalho e se saiu bem na maioria das vezes em que foi acionado. No ataque do Tricolor, Soares desperdiçou duas oportunidades diante de Júlio César, chutando para fora em ambas as vezes. Coube, porém, ao outro atacante do Fluminense, Alex Dias, parte da responsabilidade pela derrota. Aos 40 minutos do segundo tempo, ele se livrou da marcação e, na pequena área, de frente para o goleiro, finalizou sem força, deixando escapar o empate. No Botafogo, apesar dos três pontos, não faltaram reclamações para o árbitro. ?O juiz pode estragar o trabalho de um ano inteiro. Ele vai se arrepender de ter marcado aquele pênalti?, disse o zagueiro Alex, com quem Carlos Alberto se chocou no lance mais polêmico do clássico. O técnico Cuca, durante a partida, mostrou impaciência com a arbitragem e passou a se manifestar com gestos. Chegou a ser ameaçado de expulsão por Nery. Outros resultados Neste domingo, em Nova Friburgo, o Friburguense derrotou o Americano por 1 a 0. Na noite de sábado, em Cabo Frio, a Cabofriense goleou o Nova Iguaçu por 4 a 1. FLUMINENSE 0 X 1 BOTAFOGOFluminense - Fernando Henrique; Carlinhos, Thiago Silva, Luís Alberto e Roger (Júnior César); Fabinho, Romeu, Cícero (Lenny) e Carlos Alberto; Soares (Thiago Neves) e Alex Dias. Técnico: Joel Santana.Botafogo - Júlio César; Joílson, Juninho, Alex e Luciano Almeida (Asprilla); Túlio, Diguinho, Lúcio Flávio (Leandro Guerreiro) e Zé Roberto; Dodô e Jorge Henrique (Luís Mário). Técnico: Cuca.Gol - Diguinho, aos 21 minutos do segundo tempo. Árbitro - William de Souza Nery. Cartão amarelo - Roger, Romeu, Fabinho, Juninho, Alex, Túlio e Jorge Henrique. Cartão vermelho - Túlio. Público - 24.421 pagantes. Renda - Não disponível. Local - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.