Botafogo e Vasco ficam no empate

O empate por 2 a 2 retratou bem o clássico entre Botafogo e Vasco, realizado nesta quarta-feira no Estádio Luso-Brasileiro, no Rio. A partida foi equilibrada, teve lances de emoção e, se faltou melhor qualidade técnica aos dois times, sobrou disposição durante os 90 minutos. Abedi e Romário fizeram os gols vascaínos, enquanto Reinaldo e Guilherme descontaram.Com esse resultado, o Botafogo alcançou 34 pontos, mantendo-se distante dos primeiros colocados do Campeonato Brasileiro. Já o Vasco soma agora 29 pontos e ainda sofre com a ameaça do rebaixamento."O Vasco poderia ter matado o jogo no primeiro tempo. Teve quatro oportunidades e só fez um, enquanto o Botafogo criou duas chances e marcou uma vez", resumiu o atacante Romário, ao final da etapa inicial.O primeiro tempo realmente foi movimentado. O Botafogo atacou mais, teve maior posse de bola, mas o Vasco levou mais perigo ao gol adversário. Brilharam os goleiros Max e Roberto, autores de belas e importantes defesas. Com 1 minuto de jogo, o atacante Alex Dias lançou o meia Morais, que, em velocidade, cruzou para Abedi concluir com precisão: 1 a 0.Após ficar cinco meses sem marcar um gol, o atacante Guilherme empatou, de cabeça, aos 41 minutos. "É bom voltar a balançar a rede adversária. O jejum já estava me incomodando", desabafou o jogador, que, na comemoração, deu um forte abraço no estreante técnico Celso Roth.No segundo tempo, o Vasco marcou mais um gol justamente no momento em que o Botafogo era superior. Mesmo sem seu técnico, Renato Gaúcho, que foi expulo por reclamar do árbitro Wagner Tardelli, Romário fez 2 a 1 aos 16 minutos.Mas o Botafogo ainda conseguiu empatar o clássico carioca, com um chute de fora da área do atacante Reinaldo, já aos 38 minutos de jogo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.