Silvia Izquierdo/AP
Silvia Izquierdo/AP

Botafogo elimina o Nacional e encara o Bahia nas oitavas da Sul-Americana

Diante de mais de 35 mil pessoas, Alvinegro dominou o adversário uruguaio e marcou 2 a 0

Estadão Conteúdo

16 Agosto 2018 | 21h42

O Botafogo venceu o Nacional por 2 a 0 nesta quinta-feira e garantiu vaga para as oitavas de final da Copa Sul-Americana. Com pouco mais de 35 mil torcedores no estádio do Engenhão, o time alvinegro dominou o adversário uruguaio e poderia até ter saído de campo com uma goleada caso caprichasse um pouco mais nas finalizações.

Os gols de Rodrigo Lindoso no primeiro tempo e de Léo Valencia, no segundo, no entanto, foram mais do que o suficiente para confirmar um lugar na próxima fase. No jogo de ida, a equipe alvinegra havia perdido por 2 a 1 e, por conta do gol fora de casa, poderia se classificar com uma vitória simples por 1 a 0.

Nas oitavas de final, o Botafogo enfrentará o Bahia, que eliminou o Cerro, do Uruguai, na semana passada. Pelo Campeonato Brasileiro, o time alvinegro volta a campo no domingo, às 16 horas, para enfrentar o Atlético-MG, no Engenhão.

O Botafogo precisava da vitória para seguir vivo na competição e foi para cima do adversário desde o início. Com o apoio dos torcedores que compareceram em bom número, criou as principais oportunidades na etapa inicial em lances de bola aérea.

Rodrigo Lindoso chegou a balançar as redes logo no início, mas o gol foi anulado. Valencia mandou na área, o zagueiro Igor Rabello desviou de cabeça em posição de impedimento e o atacante apareceu na segunda trave para marcar.

Rabello cabeceou com perigo mais uma vez logo em seguida. Moisés aproveitou a sobra e mandou por cima. De tanto insistir, o Botafogo abriu o marcador aos 38 minutos. Valencia, mais uma vez, cruzou, Lindoso subiu mais do que o zagueiro e cabeceou firme para as redes.

O time alvinegro voltou para o segundo tempo disposto a garantir a classificação. Carli cabeceou para defesa de Rojas. Em seguida, Valencia aproveitou uma sobra na esquerda e acertou a trave direita do goleiro adversário. Aguirre arriscou de fora da área e carimbou o poste esquerdo de Rojas.

O Nacional não conseguia ir ao ataque e o lateral Franco apareceu no meio do caminho para interceptar chute de Valencia que iria para o gol. A única chance clara criada pelos uruguaios veio com Vieyra, que invadiu a área e chutou cruzado à direita do gol de Saulo.

De tanto insistir, o Botafogo garantiu a classificação aos 44 minutos do segundo tempo. Léo Valencia recebeu na intermediária, limpou o marcador e mandou uma bomba rasteira de fora da área sem chances para o goleiro Rojas.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 2 X 0 NACIONAL

BOTAFOGO - Saulo; Igor Rabello; Joel Carli, Marcinho e Moisés; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes, Renatinho (Rodrigo Pimpão), Léo Valencia e Luiz Fernando (Gilson); Aguirre (Brenner). Técnico: Zé Ricardo.

NACIONAL - Rojas; Franco (Nery Cardozo); Victor Velázquez, Paniagua e Montiel; Alegre (Báez), Luis Miño, Argüello (Vieyra), Clarke e Santacruz; Bareiro. Técnico: Celso Ayala.

GOL - Rodrigo Lindoso, aos 38 minutos do primeiro tempo; Léo Valencia, aos 44 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Patricio Loustau (ARG)

CARTÕES AMARELOS - Montiel e Paniagua (Nacional); Rodrigo Lindoso e Léo Valencia (Botafogo)

PÚBLICO - 35.788 torcedores (33.891 pagantes)

RENDA - R$ 362.285,00.

LOCAL - Estádio do Engenhão, no Rio.

 

 

Mais conteúdo sobre:
futebol Copa Sul-americana Botafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.