Vítor Silva/ BFR
Vítor Silva/ BFR

Botafogo empata com a Ponte Preta e pode conquistar o acesso na próxima rodada

Equipe carioca ganha vantagem na liderança da Série B, enquanto time campineiro segue em alerta com a zona de rebaixamento

Redação, Estadão Conteúdo

11 de novembro de 2021 | 21h32

O Botafogo está a um jogo de voltar à elite nacional. Na noite desta quinta-feira, o líder da Série B do Campeonato Brasileiro empatou sem gols com a Ponte Preta no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 35ª rodada, e ficou a um ponto da média dos últimos acessos.

Invicto há sete partidas, o Botafogo acumula 63 pontos, a seis do quinto colocado, o CRB com 57. Restam mais três rodadas. A Ponte Preta, por sua vez, segue sua luta contra o rebaixamento, no 14º lugar com 43 pontos, a cinco da degola.

Os jogadores da Ponte Preta não deram entrevistas em protesto aos salários atrasados. Essa não é a primeira vez que isso acontece ao longo da Série B.

Em campo, a Ponte Preta deixou a desejar no primeiro tempo e nada fez. O Botafogo, por sua vez, criou duas oportunidades. Aos 5 minutos, Kanu aproveitou bola desviada e, da marca da cal, encheu o pé, mas Ivan fez grande defesa. Aos 18 minutos, Rafael Navarro fez gol, mas a arbitragem marcou impedimento de Marco Antônio no início da jogada.

No segundo tempo, a Ponte Preta chegou sem querer aos 3 minutos. Niltinho cruzou, a bola pegou efeito e quase enganou Diego Loureiro, que mandou para escanteio. O Botafogo chegou apenas aos 22 minutos. Diego Gonçalves achou Ronald, que dominou e bateu com o peito do pé, assustando Ivan. Aos 34 minutos, Carlinhos bateu falta com violência e acertou o travessão da Ponte Preta.

Na 36ª rodada, a Ponte Preta fará duelo de desesperados contra o Londrina na segunda-feira, às 16 horas, no Estádio do Café. No mesmo dia e horário, o Botafogo poderá comemorar o acesso diante do Operário, no Rio.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 0 X 0 BOTAFOGO

PONTE PRETA - Ivan; Felipe Albuquerque, Fábio Sanches, Ednei e Rafael Santos; Yago, Marcos Júnior (Lucas Cândido) e Fessin (Camilo); Niltinho (Iago), Rodrigão e Moisés. Técnico: Gilson Kleina.

BOTAFOGO - Diego Loureiro; Daniel Borges, Kanu, Gilvan e Carlinhos (Hugo); Luís Oyama, Pedro Castro (Barreto), Warley (Ronald), Marco Antônio (Matheus Frizzo) e Diego Gonçalves; Rafael Navarro (Rafael Moura). Técnico: Enderson Moreira.

ÁRBITRO - Antônio Dib Moraes (PI).

CARTÕES AMARELOS - Felipe Albuquerque, Rodrigão (PONTE PRETA); Enderson Moreira, Kanu, Luís Oyama, Ronald (BOTAFOGO).

RENDA - R$ 61.130,00

PÚBLICO - 4.258 pagantes (4.325 total).

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.