Fabio Motta/AE
Fabio Motta/AE

Botafogo empata com Grêmio e segue na zona de rebaixamento

Partida termina em 3 a 3, no Engenhão, e resultado é péssimo para as duas equipes no Campeonato Brasileiro

AE, Agencia Estado

30 de agosto de 2009 | 21h10

Em uma partida movimentada e com muitas variantes, Botafogo e Grêmio empataram por 3 a 3, neste domingo, no Engenhão. O time carioca soma agora 23 pontos, mas permanece na 18.ª colocação, na zona de rebaixamento. Os gaúchos perderam a chance de obter a primeira vitória fora de casa e de encostar no G-4. Com 33 pontos, estão em nono lugar.

Veja também:

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Os botafoguenses têm o direito de reclamar da arbitragem. No segundo gol gremista, a bola teria saído no cruzamento de Mário Fernandes para Jonas. Logo depois, Adílson cortou cruzamento com o braço estendido e o árbitro Rodrigo Cintra ignorou o lance.

"Estamos lutando, batalhando muito. Não desistimos nunca e vamos sair dessa situação", disse Leandro Guerreiro, que salvou o Botafogo da derrota com um gol aos 43 da segunda etapa. Pelo lado do Grêmio, o estreante Lúcio ponderou: "Passamos a rifar a bola depois do terceiro gol e facilitamos a pressão do Botafogo. Agora é pensar no Vitória".

Na tentativa de encerrar a sequência de seis rodadas sem vitórias e conquistar a primeira no comando do Botafogo, o técnico Estevam Soares ousou, lançando o time com três atacantes: Reinaldo, Victor Simões e André Lima.

Os cariocas realmente foram mais ofensivos que os adversários, donos da pior campanha como visitantes. Aos 19, Reinaldo justificou sua escalação. Michael passou para Lúcio Flávio, que cruzou para o atacante emendar forte. Victor defendeu, mas no rebote o próprio Reinaldo aproveitou e abriu o placar.

A liderança durou pouco tempo. Aos 23, Wellington falhou, Perea cruzou para Jonas, que quase perdeu um gol feito. Ele chutou na trave, a bola bateu em sua cabeça, de novo na trave, e, na terceira tentativa, conseguiu empatar.

No segundo tempo, os donos da casa voltaram a passar à frente logo com um minuto de jogo. Reinaldo fez belo lançamento para Victor Simões, que tocou na saída do goleiro. Mas uma vez, os cariocas não conseguiriam segurar a vantagem. Aos 12 minutos, Márcio Fernandes cruzou para Jonas empatar novamente.

Seis minutos depois, ocorreu o lance da penalidade não marcada, crucial, pois o Grêmio virou aos 27. Souza cobrou falta na área, a bola não desviou em ninguém e entrou no canto esquerdo de Castillo.

O Botafogo teve o mérito de não desistir e voltou a pressionar. Aos 43, Leandro Guerreiro arriscou de fora da área, a bola desviou na zaga e encobriu Victor. E por pouco os anfitriões não viraram. Nos acréscimos, Jônatas deixou Ricardinho livre, mas o goleiro gremista garantiu o empate.

Na próxima rodada, o Botafogo vai visitar o Sport, na Ilha do Retiro, no sábado. No mesmo dia, o Grêmio receberá o Vitória, no Olímpico.

Ficha Técnica:

Botafogo 3 x 3 Grêmio

Botafogo - Castillo; Alessandro, Juninho, Wellington e Thiaguinho; Leandro Guerreiro, Michael (Jônatas) e Lúcio Flávio; Reinaldo (Renato), Victor Simões (Ricardinho) e André Lima. Técnico: Estevam Soares

Grêmio - Victor; Mário Fernandes, Rafael Marques, Réver e Bruno Collaço (Lúcio); Túlio, Adílson, Tcheco e Souza; Perea (Herrera) e Jonas (Makelele). Técnico: Paulo Autuori

Gols - Reinaldo, aos 19, Jonas, aos 23 minutos do primeiro tempo. Victor Simões, no 1.º minuto, Jonas, aos 12, Souza, aos 27, e Leandro Guerreiro, aos 43 do segundo tempo

Cartões amarelos - Alessandro, Lúcio Flávio (Botafogo); Souza, Mário Fernandes (Grêmio)

Árbitro - Rodrigo Martins Cintra (SP)

Renda - R$ 116.857,00

Público - Não disponível

Local - Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.