Washington Alves/VIPCOMM
Washington Alves/VIPCOMM

Botafogo enaltece superação ao obter vaga sem Vitinho

Jogadores botafoguenses exaltaram a força do elenco para conseguir classificação na Copa do Brasil

AE, Agência Estado

29 de agosto de 2013 | 11h37

BELO HORIZONTE - O Botafogo viveu dias conturbados antes de enfrentar o Atlético-MG no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, em Belo Horizonte. O time perdeu Vitinho, que foi para Rússia acertar a sua transferência para o CSKA Moscou, fato que gerou protestos de torcedores botafoguenses. Porém, mesmo sem a jovem atacante de 19 anos que vinha sendo a principal revelação desta edição do Campeonato Brasileiro, o time conseguiu empatar por 2 a 2, nesta quarta-feira à noite, e avançou à próxima fase da segunda competição mais importante do País.

Após o confronto, os jogadores botafoguenses exaltaram a força do elenco e o poder de superação do time, que também vem sofrendo nos últimos tempos com os efeitos da crise financeira enfrentada pelo clube.

"A gente enfrenta dificuldades fora de campo, mas aqui dentro a gente procura estar sempre foca, não deixando que nada atrapalhe. Acabamos de perder o Vitinho e outros grandes jogadores, mas os jogadores que estão entrando estão conseguindo dar conta do recado", ressaltou o atacante Rafael Marques, autor do primeiro gol botafoguense no duelo desta quarta-feira.

O goleiro Jefferson, também decisivo para a classificação botafoguense com boas defesas, seguiu a mesma linha de discurso do seu companheiro. "Somos um time de guerreiros e sabíamos que teríamos muitas dificuldades aqui, como a gente teve. O Atlético-MG é uma equipe muito boa e no campo deles é forte. Mas, mesmo com a perda do Vitinho, mostramos que continuamos fortes", destacou.

O meia Seedorf, por sua vez, elogiou seus companheiros, embora tenha reconhecido que vê limitações no elenco botafoguense neste momento. "Foi muito difícil, a gente já sabia, o Atlético tem um grande time, mas no segundo tempo conseguimos pressionar um pouco mais na frente, jogar um pouco mais e conseguimos o gol, e o segundo também, aí foi perfeito. Todo mundo está de parabéns, esse grupo é especial, com todo mundo se ajudando. É claro que não são todos os jogadores que estão 100%, mas o Rafael (Marques) é um cara muito generoso, que está fazendo um ano fantástico. Foi merecido", ressaltou.

Em seguida, o craque holandês destacou que o Botafogo precisará se superar na continuidade do Brasileirão e da Copa do Brasil em razão das carências atuais do time. "A gente sabe que tem elencos melhores do que o nosso, com quantidade maior de jogadores mais experientes, já rodados, então a gente sabe que tem de atingir todas as nossas forças para manter o nosso padrão de jogo e nossa motivação", completou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoCopa do BrasilVitinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.