Vitor Silva/Divulgação
Vitor Silva/Divulgação

Botafogo enfrenta Bangu para embalar no Campeonato Carioca

Vice-líder do estadual, Alvinegro deve ter escalação repetida por René Simões após goleada sobre o Bonsucesso por 4 a 0

Estadão Conteúdo

11 de fevereiro de 2015 | 07h48

Após a goleada por 4 a 0 sobre o Bonsucesso, o Botafogo vai repetir a formação diante do Bangu com o objetivo de assumir a ponta do Campeonato Carioca. Com sete pontos conquistados, dois a menos que o líder Fluminense, o time alvinegro ocupa a segunda colocação da tabela.

O resultado expressivo diante do Bonsucesso, no entanto, não empolgou o técnico do Botafogo. René Simões espera mais atitude e menos erros de seus jogadores diante do Bangu. A partida está marcada para esta quarta-feira, às 17 horas, no Estádio de Los Larios, pela quarta rodada do Carioca.

Nesta terça-feira, o técnico conduziu um treinamento coletivo por cerca de quarenta minutos e indicou que deve repetir contra o Bangu a formação que utilizou com o Bonsucesso. No trabalho, ele enfatizou os passes, fundamento que o treinador considera deficiente no time. René também deu atenção às jogadas de bola parada na defesa.

Após o treino, o técnico avaliou o time adversário. "O Bangu foi muito bem contra Fluminense e Bonsucesso. O goleiro se destacou, e eles também tiveram oportunidades de ataque. É uma equipe interessante. Tem alguns detalhes que passamos hoje para os nossos jogadores. Temos que tomar cuidado."

REENCONTRO

Principal jogador do Bangu, o meia Almir tem uma história forte com o Botafogo. Ele foi revelado nas categorias de base do time alvinegro e foi um dos responsáveis pelo acesso de volta à Série A do Campeonato Brasileiro em 2013. Dada a boa atuação contra o Fluminense, quando registrou um golaço de falta, Almir indica que vai ser um incômodo para seu ex-clube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.