Botafogo entra com apenas 4 titulares contra a Cabofriense

Praticamente classificado para as semifinais da Taça Guanabara, técnico Cuca prefere poupar jogadores

05 de fevereiro de 2008 | 19h31

Praticamente classificado para as semifinais da Taça Guanabara (primeiro turno do Campeonato Carioca), o Botafogo vai entrar em campo com apenas quatro titulares para enfrentar a Cabofriense, às 19h30 desta quarta-feira, no Engenhão. Sem poder contar com o goleiro Castillo (na seleção do Uruguai), o meia Zé Carlos (suspenso) e o atacante Jorge Henrique (machucado), o técnico Cuca preferiu observar alguns atletas que pouco ou nunca haviam sido utilizados. É o caso do goleiro Renan, de 18 anos, que já tinha atuado em duas partidas do Botafogo na Copa Peregrino, mas agora sabe que é para valer. A comissão técnica aposta muito no talento do jovem atleta para uma posição que causou muita dor de cabeça no ano passado em General Severiano. BotafogoRenan; Renato Silva, André Luis e Edson; Alessandro, Robston, Túlio, Adriano Felício e Triguinho; Abedi e FábioTécnico: CucaCabofrienseGatti; Oziel, Leandro Amaro, Douglas Assis e Vanderson; Márcio, Marcos Marins, Julinho e Têti; Fabinho e CharlesTécnico: Aílton FerrazÁrbitro: Marcelo de Souza PintoEstádio: EngenhãoHorário: 19h30  A outra atração é a estréia do atacante Escalada, que chegou acima do peso ao Botafogo, mas diz já ter perdido oito quilos. Ele deve, no entanto, começar a partida no banco de reserva. A torcida alvinegra quer vê-lo em ação, pois a fama do argentino é de "matador", por ter sido artilheiro do Campeonato Equatoriano de 2006, pelo Emelec.  De olho na fase decisiva da Taça Guanabara, Cuca só manteve quatro titulares: o zagueiro Renato Silva, o lateral-direito Alessandro, o volante Túlio e o lateral-esquerdo Triguinho. Já o volante Diguinho pagou caro pelo excesso de folia. Estendeu os festejos do carnaval, chegou atrasado ao treino, realizado na manhã desta terça, e foi barrado pelo treinador. Líder do Grupo B, com 15 pontos e 100% de aproveitamento, o Botafogo só precisa de um empate para garantir a vaga nas semifinais sem depender de outros resultados.

Tudo o que sabemos sobre:
Botafogo-RJEstadual do Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.