Botafogo ganha clássico de Ribeirão Preto

Uma expulsão no começo do segundo tempo, e o 116º clássico Come-Fogo começou a ser decidido. Sem o zagueiro Robison Silva, que recebeu cartão vermelho, ao evitar um contra-ataque botafoguense, o Comercial perdeu por 1 a 0 para Botafogo, neste domingo à tarde, no Estádio Francisco Palma Travassos, em Ribeirão Preto. Com o resultado, o Botafogo praticamente garantiu a segunda vaga do Grupo 23 da Série C do Campeonato Brasileiro, pois chegou aos quatro pontos contra um do rival, sendo que o Sertãozinho, com seis já estava garantido na próxima fase. O Come-Fogo foi um jogo mediocre. Os times conseguiram fazer uma partida pior do que a semana anterior e, não fosse a expulsão de um comercialino, fatalmente terminaria num horroroso 0 a 0. Bicões, balões, uma infinidade de passes errados e chutes sem direção, foram os principais ingredientes de um futebol abaixo de uma competição varzeana. Os torcedores sofreram com isso, mas a rivalidade entre os clubes falou mais alto. No primeiro tempo, poucos lances perigosos. O meia Nene do Comercial que armava constantes contra-ataques ao Botafogo foi substituido no intervalo e o Comercial melhorou um pouco no segundo tempo. Porém, apesar do gol do atacante Marcos Dias aos 24 da etapa final, a primeira etapa foi mais movimentada. Melhor para o Botafogo, que deverá seguir na competição se empatar com o Sertãozinho na quarta-feira, em casa. Mas dificilmente o Botafogo irá longe na competição. ?Tem coisas que eu não gostei e vou falar aos jogadores durante a semana, mas gostei da disposição de todos e do comportamente tático do time, que jogou com a cabeça e não com coração", disse o técnico do Botafogo, Roberto Fonseca, que, ao final da partida, comemorou a vitória como se já estivesse classificado. Fonseca disse que montou um esquema tático, o 3-5-2 , para neutralizar as jogadas ofensivas dos laterais comercialinos. O gol de Marcos Dias surgiu numa jogada isolada mesmo com um jogador botafoguense a mais.?Não somos os melhores do mundo, mas jogamos com raça para vencer", afirmou o zagueiro botafoguense Wagner. O comercialino Bell lamentou a derrota para o seu ex-time. ?Faltou ousadia." ?Falar o que numa situação desses, se o time que perde em casa se complica??, perguntou o lateral Japinha, frustrado com a derrota. Com o resultado, o Botafogo chegou a 50ª vitória no clássico. O Comercial venceu 22 vezes e 44 partidas terminaram empatadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.