Wilton Júnior/AE
Wilton Júnior/AE

Botafogo goleia Madureira e fica perto da classificação

Time de Joel Santana ganha por 4 a 1 e agora precisa de um empate diante do Resende para avançar

AE, Agencia Estado

04 de fevereiro de 2010 | 22h06

O Botafogo venceu sua primeira ''decisão'' na temporada. Se tivesse perdido nesta quinta-feira, o time ficaria em situação complicada na Taça Guanabara. Entrou em campo pressionado, mas saiu aplaudido: goleou o Madureira, por 4 a 1, no Maracanã, e está perto da classificação para as semifinais do primeiro turno do Campeonato Carioca. Basta empatar com o Resende, domingo, no Engenhão, para avançar de fase.

Já o Madureira viu o sonho de disputar as semifinais do Carioca ficar mais longe. Terá de derrotar o líder Vasco, no domingo, em São Januário, e torcer por derrota do Botafogo. "Estou sem palavras. É uma emoção inexplicável", disse o jovem atacante Caio, de apenas 19 anos.

Ele mudou a cara do Botafogo ao entrar em campo no segundo tempo. O Botafogo vencia por 1 a 0, gol do zagueiro Fábio Ferreira na etapa inicial, mas o Madureira pressionava bastante. Parecia que iria conseguir a igualdade no marcador. Até que a estrela do técnico Joel Santana brilhou.

O treinador colocou Caio no lugar do meia Lúcio Flávio, muito vaiado pela torcida. E em seu primeiro toque na bola, o jovem atacante fez 2 a 0 para o Botafogo, aos 31 minutos do segundo tempo. O Madureira descontou, com o lateral-direito Valdir, mas a reação não passou disso.

Fahel, de cabeça, marcou o terceiro e, após bela jogada de Caio, o atacante "Loco" Abreu fechou a goleada alvinegra. Caio deixou o estádio como herói. Ele já vivenciara isso na última rodada, quando fizera o gol da vitória alvinegra sobre o América, por 2 a 1, no último sábado.

"Não foi só o Caio [que brilhou]. Foi o grupo inteiro. O Caio entrou bem novamente, atendeu nossa expectativa. Isso é muito bom", vibrou Joel Santana, que já começa a dar um padrão tático à equipe.

RODADAO América, comandado por Bebeto, derrotou o Friburguense, em Nova Friburgo, por 2 a 1, de virada, e chegou aos sete pontos. Contudo, não tem mais chance de classificação para as semifinais da Taça Guanabara.

MADUREIRA 1 X 4 BOTAFOGO

Madureira - Renan; Valdir, Edinho, Leandrão e Baiano; Wagner, Bruno (Fábio), Rodrigo e Alex Oliveira; Eberson (Obina) e Marcelo Ramos. Técnico: Antônio Carlos Roy.

Botafogo - Jefferson, Antônio Carlos, Fahel e Fábio Ferreira; Alessandro, Leandro Guerreiro, Eduardo, Lúcio Flávio (Caio) e Marcelo Cordeiro; Herrera (Somália) e Loco Abreu (Júnior). Técnico: Joel Santana.

Gols - Fábio Ferreira, aos 39 minutos do primeiro tempo. Caio, aos 31, Valdir, aos 36, Fahel, aos 38, e Loco Abreu, aos 40 minutos do segundo tempo.

Cartão amarelo - Valdir, Alex Oliveira, Bruno e Obina (Madureira); Leandro Guerreiro, Antônio Carlos e Herrera (Botafogo).

Cartão vermelho - Edinho (Madureira).

Árbitro - Wagner do Nascimento Magalhães.

Renda e público - Não disponíveisLocal - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.